Curso Online de A Cultura Japonesa

Curso Online de A Cultura Japonesa

Através deste curso o aluno poderá conhecer um pouco sobre diversos aspectos da cultura japonesa como culinária, cinema, música, entre ou...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Através deste curso o aluno poderá conhecer um pouco sobre diversos aspectos da cultura japonesa como culinária, cinema, música, entre outros.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • A Cultura Japonesa

  • Situado no continente asiático e com uma população estimada de 127 milhões de pessoas, o Japão é um país onde o contraste entre o moderno e o tradicional se faz presente o tempo todo. Esse contraste é expressado na cultura do povo japonês, como iremos ver no decorrer deste curso.

  • Folclore Japonês

    Assim como as demais nações, a japonesa procura explicar fenômenos através de lendas. Por lá se destacam os “youkais”, que se assemelham as nossas “assombrações”, a diferença é que nem sempre vão ser maus. Dentre eles podemos citar :

    Kappa:
    Ele tem a aparência de um duende com um casco de tartaruga. Seus poderes se devem ao orifício que possuí na cabeça que deve estar sempre cheio de água. Existem dois lados para esse ser. Se por um lado ele suga o sangue de suas vítimas, por outro ele é visto como um ser inteligente que realiza favores para as pessoas. Como curiosidade fica a maneira de se livrar de um kappa: cumprimente-o várias vezes inclinando a cabeça como os japoneses,assim a água vai cair da cabeça dele quando for responder ao cumprimento.

  • Tengu:

    É conhecido por aprontar com pessoas do poder ou religiosos. Podem mudar de forma, usar de tele transporte e penetrar na mente humana. Sua aparência é caracterizada pelas asas e o nariz longo, além da pele avermelhada.

    Konak Jiji:

    Ele é um monstro que pode mudar de peso. Sua aparência estranha retrata um bebê com rosto de velho. Quando alguém o pega no colo para ajudá-lo o pequeno vai se tornando muito pesado e acaba por esmagar aquele que o ajudou.

  • Dança

    A dança japonesa tem a parte introspectiva e a parte alegre. Surgiu como uma manifestação religiosa. A parte introspectiva é classificada como “ mai”, que vem de um ritual feito por virgens que ficavam circulando ao redor de um santuário segurando nas mãos galhos de uma árvore sagrada, pedindo por tranquilidade no planeta. Os movimentos permaneceram e o galho foi substituído por um leque.

  • A parte mais alegre é chamada “odori”, tem aspecto folclórico. Nela, os movimentos são em torno de pulos e saltos e é sempre praticada em grupos. Por ser mais popular não existe um padrão e cada região do país possuí seu próprio estilo.

  • Música

    A música ocidental já influência muito a cultura dos japoneses. Existe grande presença dos ritmos de outros países no Japão. Mas também existe grande apreço pela “kayokyoku” que seria a música popular japonesa.

    Quanto há música tradicional há algumas variações pois esta passou por várias fases durante a história. Na era Nara que foi de 710 à 794, aproximadamente, a música japonesa seguia os mesmos padrões da chinesa, portanto nesse período a música adotada pela nobreza foi a chamada “gagaku” onde se usava a flauta, a harpa horizontal e percussão .

  • A apreciação por esse estilo musical continuou a se desenvolver na fase seguinte da história japonesa, a era “ Heian” que permaneceu até 1192.

    Depois vieram as eras “Kamakura” e “Muromachi”. Onde música e teatro passam a estar ligados. As músicas eram cantadas por um coral de oito vozes e ainda acompanhadas por flauta e percussão.

    A era “Azuchi-Momoyama” começa em 1573 e com ela foram criados o “shakuhachi” ( uma evolução das flautas utilizadas nas outras eras), o “koto” (aprimoramento da harpa horizontal) e o “shamisen” (se assemelha a um banjo, porém tem apenas três cordas ao passo que o outro tem cinco).

  • shakuhachi

    koto

    shamisen

  • Na atualidade, os jovens que gostam da cultura japonesa, geralmente apreciam o chamado “J-Rock”. Começam ouvindo os temas dos animes que conheceremos mais adiante e acabam por descobrir bandas como “B ’z”,que com seu hard rock é uma das mais famosas bandas japonesas. Também a “Glay” que já tem um som voltado mais para o pop rock e uma fama consolidada e a banda “Mr.Children” que pode entrar também na parte do “J-pop”. Lembrando que “J-rock” ou “J-pop” são expressões utilizadas para demonstrar que é o rock no estilo japonês ou o pop no estilo japonês, são simples abreviações, assim como por exemplo na Coreia (Korea) existe o “K-pop” que é o pop coreano.

    B’z

    Mr. Children

    Glay

  • Cinema


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.