Curso Online de Formação de Brigada e Combate a Incêndio
3 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de Formação de Brigada e Combate a Incêndio

I- Prevenção e combate a incêndio; II - Conceitos basicos de Combate a incêndio; III- Triangulo e quadrilatero do fogo; IV- Metodos d...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 60,00 Por: R$ 39,90
(Pagamento único)

Mais de 70 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

I- Prevenção e combate a incêndio;
II - Conceitos basicos de Combate a incêndio;
III- Triangulo e quadrilatero do fogo;
IV- Metodos de extinção de incêndio;
V- Classes de incendio e agentes extintores;
VI - Classificação dos incendios;
VII- Procedimento de Combate a incendios;
VII- Organização de Combate a incendios;
VIII - Procedimentos e cuidados especiais;
IX - Equipamentos de Combate a incendio;
X- Equipamentos de Proteção individual e coletivo;
XI - Primeiros Socorros elementar.

Professor da Materia na Fundação Settaport de Santos-SP no curso de ALP (Agente Logistico Portuario), Oficial da Reserva do Corpo de Bombeiro da Policia Militar do Estado de São Paulo.


"foi muito importante para o meu conhecimento na area tec. segurança do trabalho combate incedio e bom na pratica... so me falta a apostila se entregue"

- Rafael Valdemiro De Lima

- Tiago Leite Moreira

- Valmir Basso

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • treinamento
    de
    combate
    à
    incêndio

  • brigada de incêndio

    “grupo organizado de pessoas voluntárias ou não, treinadas e capacitadas para atuar na prevenção, abandono e combate a um princípio de incêndio e prestar primeiros socorros, dentro de uma área preestabelecida.”

    definição do item 3.4 da nbr 14.276 (programa de brigada de incêndio)

  • nível a
    (mais alto nível de proteção)
     
    o nível a de proteção é solicitado quando ocorre o grau máximo possível de exposição do trabalhador a materiais tóxicos. assim é necessário a proteção total da pele, vias respiratórias e para os olhos. o uso desse equipamento deverá ser feito sempre com o respirador autônomo, pois trata-se de uma peça totalmente encapsulada.

    nível b
    (nível alto de proteção)
     
    o nível b de proteção requer o mesmos nível de proteção respiratória que o nível a, porém um nível menor para proteção da pele. a grande diferença entre o a e b, é que o nível b não exige uma roupa de proteção totalmente encapsulada para a proteção contra gases / vapores.

    roupas de proteção para produtos químicos

  • nível c
    (nível médio de proteção)
     
    no nível c de proteção, exige-se menor proteção respiratória e menor proteção da pele. a grande diferença do nível b e c é o tipo de equipamento respiratório exigido. os respiradores podem ser faciais ou semi-faciais com purificadores de ar, ou seja, filtro químico.

    nível d
    (menor nível de proteção)
     
    para o nível d, exige-se o menor nível de proteção respiratória e de proteção para a pele. é a menor proteção possível quando há manipulação de qualquer agente químico. quando utiliza-se o nível d a atmosfera não contém produtos tóxicos, não há contato com derramamentos, imersões e não há inalações de gases.

    roupas de proteção para produtos químicos

  • métodos preventivos

    são métodos utilizados a fim de evitar um princípio de incêndio.
     
    fazer a manutenção periódica na parte elétrica e nos equipamentos que forem necessários para evitar o atrito entre as peças ou o desgastes das mesmas;
     
    não faça ligações elétricas improvisadas, chame um eletricista qualificado;
     
    nunca use tomadas defeituosas;
     
    não sobrecarregar a rede elétrica, evitar o uso do benjamim e extensões de má qualidade;
     
    desligue o equipamento elétrico diretamente da tomada, principalmente em caso de viagem;
     
    não guarde equipamento elétrico sem antes resfriar;
     
    não substitua fusível por arame;
     
    evite acumulo de lixo ou entulho combustível;
     
    não guarde combustíveis líquidos ou gasosos em excesso ou em locais sem ventilação;
     
    utilize os cinzeiros para apagar os cigarros;
     
    respeite as placas de proibido fumar;

  • cuidado para não dormir com o cigarro acesso;
     
    cuidado com uso de velas, lampiões, fogos de artifícios, produtos químicos, etc.;
     
    manter o material de combate à incêndio sempre em boas condições, de acordo com o planejamento ou necessidade de cada empresa.
     
    dar treinamento a todos os funcionários direcionado à prevenção e combate a incêndios.
      
    atenção: a melhor forma de combater o incêndio é evitar que ele ocorra através da prevenção.

    causas de incêndio

    falta de prevenção;

    falha na rede elétrica;

    pontas de cigarro mal apagadas;

    estocagem de material inadequado;

    negligência no trabalho;

    negligência doméstica;

    acidentes de trabalho;

    vazamento de gás;

    brincadeiras de criança;

    balões, fogos de artifícios;

    ações criminosas;

    causas naturais (terremoto, sol, vento).

  • estado físico da matéria

    matéria – é tudo o que tem massa e ocupa lugar no espaço. matéria é a substância que liberará radicais livres para que possa ocorrer a combustão. portanto devemos verificar que podemos encontrar a matéria em três estados físicos:

    estado sólido – estado da matéria no qual os átomos oscilam em torno de posições fixas. ex.: papel, madeira, ferro, aço, tecido, etc.

    estado líquido – estado da matéria onde as moléculas, dotadas de grande mobilidade, fazem-no tomar a forma do recipiente que o contém. ex.: gasolina, água, petróleo, etc.

    estado gasoso – estado da matéria onde o volume do recipiente é ocupado por todas as moléculas desta. ex.: hidrogênio, hélio, acetileno, metano, butano, propano, etc.

  • condições propícias para a combustão

    além dos elementos essenciais do fogo, há a necessidade de que as condições em que esses elementos se apresentam, sejam propícias para o início da combustão.
    se uma pessoa trabalha em uma escritório iluminado com uma lâmpada incandescente de 100 watts e, além disso ela fuma haverá no ambiente:

    combustível: mesa, cadeira, papel, etc.
    comburente: oxigênio presente no ar ambiente;
    calor: representado pela lâmpada acesa e pelo cigarro aceso.
     
    apesar destes três elementos estarem presentes no ambiente, só ocorrerá incêndio se, por distração da pessoa esta encostar papel no cigarro acesso, por exemplo.
     
    se este combustível estiver no estado sólido ou líquido, haverá a necessidade de que seja aquecido para que comece a liberar radicais livres, ex.:
     
    sólido aquecimento vapor ex.: papel.
    líquido aquecimento vapor ex.: óleo combustível
    sólido aquecimento líquido aquecimento vapor ex.: parafina
    gás: (estado físico adequado à combustão) ex.: acetileno.

  • classificação dos combustíveis quanto a volatilidade

    os combustíveis líquidos são classificados em:

    voláteis – são os combustíveis líquidos que à temperatura ambiente, desprendem vapores capazes de se inflamarem. ex.: álcool, éter, gasolina, acetona, benzina, etc.

    não voláteis – são os combustíveis líquidos que para desprender vapores inflamáveis, necessitam de aquecimento acima da temperatura ambiente. ex.: óleo de linhaça, óleo lubrificante, sacarose, glicose, etc.:

    os combustíveis voláteis são os mais perigosos, e por isso devem ser armazenados e manuseados com cuidados especiais.

    comburente

    para que ocorra a combustão o comburente deve estar a uma determinada porcentagem no ar, normalmente esta porcentagem é de 21%, pois nosso ar é composto de :
    77% de nitrogênio (n2);
    21% de oxigênio (o2);
    1% de vapor d’água (h2o);
    0,93% de argônio (ar); e,
    0,07 de outros gases.

  • definição do fogo

    “defini-se fogo como consequência de uma reação química entre dois elementos, denominada combustão, que produz luz, calor e substâncias, formado pelo realinhamento dos átomos das substâncias originais.”

    benefícios e malefícios do fogo?

    prevenção?

    combate?

  • triângulo do fogo / tetraedro do fogo

    triângulo do fogo

    para que se inicie a combustão, é necessário a união de três elementos essenciais:
     
    combustível;
    comburente; e,
    calor.

    reação em cadeia

    é o processo de transferência de calor de molécula para molécula do combustível, gerando radicais livres, os quais reagirão com o comburente, gerando a combustão e incentivando a propagação.”

    comburente

    calor

    combustível


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • I- Prevenção e combate a incêndio;
  • II - Conceitos básicos de Combate a incêndio;
  • III- Triangulo e quadrilátero do fogo;
  • IV- Métodos de extinção de incêndio;
  • V- Classes de incêndio e agentes extintores;
  • VI - Classificação dos incêndios;
  • VII- Procedimento de Combate a incêndios;
  • VII- Organização de Combate a incêndios;
  • VIII - Procedimentos e cuidados especiais;
  • IX - Equipamentos de Combate a incêndio;
  • X- Equipamentos de Proteção individual e coletivo;
  • XI - Primeiros Socorros elementa