Curso Online de GERENCIAMENTO DE RISCOS
4 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de GERENCIAMENTO DE RISCOS

O comportamento emocional e o trabalho; Psicopatologias do trabalho; Aspectos psicológicos dos acidentes de trabalho.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O comportamento emocional e o trabalho;
Psicopatologias do trabalho;
Aspectos psicológicos dos acidentes de trabalho.

Técnico em Segurança do Trabalho, Professor na Área Técnica, Bombeiro de Aeródromo e Bombeiro Civil e Colunista, Cursando Engenharia Civil. Visite: http://nalissi.com.br/


- Jose Roberto Da Silva

- Joyce Lopes Pereira

- Carla Emanuelly Cabral De Souza

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • COMPONENTE CURRICULAR: GERENCIAMENTO DE RISCOS

    COMPONENTE CURRICULAR: GERENCIAMENTO DE RISCOS

  • COMPONENTE CURRICULAR: GERENCIAMENTO DE RISCOS

    COMPONENTE CURRICULAR: GERENCIAMENTO DE RISCOS

    Competência: Analisar as condições de trabalho, identificando os perigos e avaliando os riscos de acidentes e doenças ocupacionais, planejando programas e procedimentos técnicos, observando a legislação e normas de segurança, demonstrando capacidade de observação técnica, visão sistêmica e pró-atividade, visando a integridade física e promoção da saúde do trabalhador.

  • CONHECIMENTO: PSICOLOGIA DO TRABALHO

    CONHECIMENTO: PSICOLOGIA DO TRABALHO

    O comportamento emocional e o trabalho;
    Psicopatologias do trabalho;
    Aspectos psicológicos dos acidentes de trabalho.

  • CONTEXTUALIZANDO O TEMA:

    CONTEXTUALIZANDO O TEMA:

    O que é a personalidade humana?
    No momento em que se admite a inviabilidade de um homem prontificado, se confirma à contínua construção de uma personalidade humana.
    “...é lançando-se ao mundo, aí sofrendo e lutando, que ele se define pouco a pouco, e a definição permanece sempre aberta.”(AUDRY,1972,p.50).

  • Fênomeno Psicológico Complicado

    Fênomeno Psicológico Complicado

    Embora seja na relação com o outro que o sujeito se faz sujeito, é nessa relação que ele também acaba por complicar-se. Uma pessoa que se encontra no entrave do fenômeno psicológico complicado e o é, acaba por totalizar-se através da emoção e do imaginário.
    Já a emoção pode ser definida pela: “...maneira que possui de encarar o mundo e de se orientar em relação a ele.”(AUDRY, 1972, p.34). É através da emoção e da função imaginante que a pessoa que enlouquece passa a se totalizar, formulando um conjunto de pensamentos que compreenda a sua realidade. Assim, não se objetiva a distinção, através do imaginário e da emoção, do que é real.

  • Motivos: Não é uma relação de causa e efeito

    Motivos: Não é uma relação de causa e efeito

    Não há nada que por si só garanta ao homem um estado de loucura, porém, o que muitas vezes acontece, é que o ser humano enquanto ser acaba se complicando na sua relação com o mundo, com o corpo, com as coisas e até com os outros.
    Atualmente, devido o grandioso leque de discussões sobre a loucura e eventuais complicações, começa-se a inserir a idéia e propagá-la para o senso comum, de que as complicações e o descontrole emocional não tem somente uma causa de origem orgânica.
    É muito mais fácil (no senso comum) compreender e aceitar como causa aparente aquilo que pode ser localizado como uma disfunção orgânica. Em contrapartida, como localizar um descontrole emocional, cujo qual, seus limites transcendem o saco de pele e alcançam o mundo onde estão a se constituir?

  • MOTIVOS:

    MOTIVOS:

    SNC
    Obs: Por detrás de todo fenômeno psicológico complicado, há sempre um fenômeno chamado solidão.

  • HISTÓRICO:

    HISTÓRICO:

    A Loucura existe antes da consolidação da Psiquiatria enquanto modalidade científica (séc. XIX). Antes:
    Perspectiva Religiosa ou desqualificação (“anormal”).
    Direito – imputabilidade (inimputável)
    Idade Média: Castigo divino – Obra do demônio, desajuste dos fluídos que acreditam governar o homem e pelo sintoma de bruxaria. Resolução: Queima do louco na fogueira, ou, intervenção do exorcista (sujeito suposto saber/médico).
    Urbanização: O louco se torna um problema em espaço reduzido. Construção de hospitais Gerais, reservam-se os porões para os loucos e demais incomodadores da ordem social: prostitutas, homossexuais....

  • HISTÓRICO:

    HISTÓRICO:

    Revolução Francesa: nascimento da Psiquiatria, intervindo na Loucura de forma a patologizá-la. O Hospital Geral torna-se cada vez mais especializado até transformar-se em Manicômio.
    Séc. XIX: a prática manicomial se prolifera como proposta ao tratamento da loucura.

  • ATUALIDADE:

    ATUALIDADE:

    A nova reforma de assistência Psiquiátrica no Brasil, motivada pela luta e pelos movimentos antimanicomiais, defende que o louco, em momento de crise, deve ser internado em um Hospital Geral, o sendo por um curto período de tempo – o que não despreza o recurso da internação.
    Dessa forma o movimento da luta antimanicomial, que surge na década de 70, propõe: “...o fim dos manicômios e a desistitucionalização de todas as instâncias que operam como instituições totais, denunciando o extenso parque manicomial brasileiro e suas práticas de tutela e de desrespeito aos direitos dos portadores de sofrimento psíquico”(DIAS, 2001,p.23).

  • Quando o indivíduo humano sai do Hospital tendo um local para retornar (família, CAPS, NAPS, trabalho...) e li recebe assistência e apoio psicossocial, lhe é permitido ser o que ele é na diferença.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • COMPONENTE CURRICULAR: GERENCIAMENTO DE RISCOS
  • CONHECIMENTO: PSICOLOGIA DO TRABALHO
  • CONTEXTUALIZANDO O TEMA:
  • Fênomeno Psicológico Complicado
  • Motivos: Não é uma relação de causa e efeito
  • MOTIVOS:
  • HISTÓRICO:
  • ATUALIDADE:
  • ORGANIZAÇÕES:
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho
  • SATISFAÇÃO NO TRABALHO:
  • REMUNERAÇÃO:
  • CONDIÇÕES DE TRABALHO: