Curso Online de Gravidez na Adolescência
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Gravidez na Adolescência

Este curso define aspectos conceituais da adolescência, caracteriza este perído, mastra dados sobre adolescentes grávidas, as consequênci...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso define aspectos conceituais da adolescência, caracteriza este perído, mastra dados sobre adolescentes grávidas, as consequências da gravidez nessa faixa etária, o significado da gravidez para adolescentes e relata ainda o perfil das adolescente que engravidam.

Bacharel em fisioterapia pela PUC de Goiás, pós-graduada em fisioterapia neurofuncional e fisioterapia em obstetrícia e uroginecologia.


"muito bom, tenho filhos e me ajudou."

- Rosangela Melotti Mello Martins

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

    gravidez na adolescência

  • PERGUNTAS

    perguntas

    a gravidez na adolescência é um fenômeno preocupante? se sim, por quê?

    a gravidez na adolescência repercute da mesma forma para adolescentes do sexo feminino e masculino?

  • ADOLESCÊNCIA: ASPECTOS CONCEITUAIS

    (pereira ; pinto, 2003)

    adolescência: aspectos conceituais

    a palavra “adolescência”: “ad” (para) + “olescere” (crescer) crescer para.

    remete-se à idéia de desenvolvimento, de preparação para o que está por vir, algo já estabelecido mais à frente.

  • ADOLESCÊNCIA: ASPECTOS CONCEITUAIS

    (faustini et al., 2003)

    adolescência: aspectos conceituais

    bastante recente: processo de industrialização, urbanização e modernização, próprio das sociedades ocidentais contemporâneas.

    margaret mead (1951): "fenômeno cultural" produzido pelas práticas sociais em determinados momentos históricos, manifestando-se de formas diferentes e nem sequer existindo em alguns lugares.

  • CARACTERIZAÇÃO

    (gonçalves; parada; bertocello, 2001; coli, 1994)

    caracterização

    cronológico: a oms define a adolescência como sendo a faixa etária de 10 a 19 anos .

    físico: abrange as modificações anatômicas e fisiológicas que transformam a criança em adulto, período que vai desde o aparecimento dos caracteres sexuais secundários e início da aceleração do crescimento, até o apogeu do desenvolvimento com a parada do crescimento.

  • CARACTERIZAÇÃO

    (coli, 1994)

    caracterização

    psicológico: mostra períodos de introversão, audácia, timidez, descoordenação, urgência, desinteresse; conflitos afetivos, crises religiosas, intelectualizações e postulações filosóficas, condutas sexuais , estabelecendo-se a identidade do indivíduo .
    social: o indivíduo perde direitos e privilégios de criança e começa a assumir direitos e responsabilidades de adulto.

  • DADOS

    dados

    fiocruz (2009): no brasil, desde 1980 o número de adolescentes grávidas aumentava.

    ministério da saúde (2009): 1998, no país foram quase 700 mil partos em adolescentes entre 10 e 19 anos e destas 1,3% tem idade entre 10 e 14 anos.

  • DADOS

    (mistério de saúde, 2009)

    dados

    em 2008, este número caiu para cerca de 490 mil. no sul, sudeste e centro-oeste, a redução ultrapassou 35%.

    em 1998, o estado de goiás tinha 20.769 partos entre mulheres nesta faixa etária e em 2008 este número diminuiu para 11.192.

  • CAUSAS

    (sulcca ; schirmer, 2006)

    causas

    ingenuidade;
    submissão (relações de gênero);
    violência;
    dificuldade de obter algum método contraceptivo;
    expectativas de mudança de status social e/ou outros fatores ligados a subjetividade da adolescente.

  • CONSEQUÊNCIAS

    (monteiro et al , 2007)

    consequências

    pode gerar problemas a curto e em longo prazo: não terem suporte físico e emocional consolidado - favorecendo situação de conflito com a família, como a rejeição, críticas e punições.

    essas situações podem levar a atitudes que coloquem em risco e /ou dificultam tanto a vida da adolescente como a de suas crianças.

  • CONSEQUÊNCIAS

    (sabroza et al, 2004)

    consequências

    aspectos sociais: como o abandono da escola, a estigmatização de ser mãe precocemente e os reflexos na vida afetiva, especialmente quanto à “escolha” de parceiros.
    aspectos psicológicos: baixa auto-estima, ausência de apoio familiar, vivência de alto nível de estresse, poucas expectativas frente ao futuro e a presença de sintomas depressivos - exercem influência no modo que a relação entre a gestante adolescente e seu bebê irá se constituir.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA
  • PERGUNTAS
  • ADOLESCÊNCIA: ASPECTOS CONCEITUAIS
  • ADOLESCÊNCIA: ASPECTOS CONCEITUAIS
  • CARACTERIZAÇÃO
  • DADOS
  • CAUSAS
  • CONSEQUÊNCIAS
  • SIGNIFICADO PARA AS ADOLECENTES
  • SIGNIFICADO PARA OS ADOLECENTES
  • PERFIL DAS ADOLECENTES
  • REFERÊNCIAS
  • OBRIGADA!