Curso Online de Noções de Limpeza e Desinfecção Hospitalar patrocinado por Cisslimp -Limpezas Noturnas

Curso Online de Noções de Limpeza e Desinfecção Hospitalar patrocinado por Cisslimp -Limpezas Noturnas

Curso Noções de Limpeza e Desinfecção Hospitalar - Para profissionais de limpeza e conservação. Curso gratuito para fins de aprimoramento...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso Noções de Limpeza e Desinfecção Hospitalar - Para profissionais de limpeza e conservação. Curso gratuito para fins de aprimoramento profissional e do conhecimento. Ajude nos a divulgar nossa empresa!!!

CissLimp Limpezas Diurnas e Noturnas - Somos uma empresa especializada na atividade de limpeza de lojas, supermercados, galpões e ônibus coletivo RMBH/MG - Região Metropolitana de Belo Horizonte/MG. Disponibilizamos cursos gratuitos sem custos para estudantes e interessados a fim de promover e disseminar o conhecimento.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • TREINAMENTO DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SEÇÃO MÉDICA

    TREINAMENTO DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SEÇÃO MÉDICA

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    As técnicas de limpeza e desinfecção são medidas importantes de prevenção de infecções na área de saúde. A utilização correta destas técnicas depende, no entanto, do conhecimento dos profissionais dos procedimentos adequados.
    O serviço de limpeza tem por finalidade preparar o ambiente de saúde para suas atividades, mantê-lo em ordem e conservar equipamentos e instalações.

    O s setores de saúde, em geral, são divididos em três áreas, cada uma com características distintas sendo, portanto, necessário defini-las para a seleção do tipo de limpeza e material adequados para cada uma.

  • REGRAS BÁSICAS PARA LIMPEZA E DESINFECÇÃO

    REGRAS BÁSICAS PARA LIMPEZA E DESINFECÇÃO

    1. Usar EPI.
    2. Iniciar a limpeza da área menos contaminada para a mais contaminada.
    3. Proceder varredura úmida.
    4. Corredores: dividir corredor ao meio, deixando um lado livre para o trânsito de pessoal enquanto procede a limpeza do outro.
    5. Usar a técnica de dois ou três baldes:
        Área crítica, usar três baldes:
    ·       Um com água pura
    ·       Um com água e sabão
    ·       Um com solução
       Área semi-crítica e não crítica, usar dois baldes:
    . um com água pura e outro com água e sabão.
    6. Limpar em único sentido, de cima para baixo e em linhas paralelas, nunca em movimentos de vai e vem.
    7. No banheiro, lavar por último o vaso sanitário, onde será desprezada toda água suja (contaminada).
    8. Todo material usado para limpeza (balde, panos, vassouras etc.) deverá ser limpo e guardado em local apropriado.
    9.  Iniciar a limpeza pelo teto, depois as paredes, e por último, o piso.
    10.  Áreas críticas devem ser limpas no mínimo duas vezes ao dia, e sempre que necessário.
    11.  Áreas semi críticas devem ser limpas no mínimo uma vez ao dia, e sempre quando for necessário.
    12.  Usar desinfetante após a limpeza sempre que houver possibilidade de contaminação com matéria orgânica.
     

  • PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA A LIMPEZA

    PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA A LIMPEZA

    De cima para baixo;
    Da esquerda para a direita;
    Do mais distante para o mais próximo;
    De dentro para fora;
    De trás para frente.

  • CONCEITOS

    CONCEITOS

    1 – LIMPEZA
    Processo mecânico de remoção de sujidade, mediante o uso da água, sabão e detergente neutro ou detergente enzimático para manter em estado de asseio os artigos e superfícies. A limpeza constitui o primeiro passo nos procedimentos técnicos de desinfecção .

    2 – DESCONTAMINAÇÃO
    É o processo de eliminação total ou parcial da carga microbiana de artigos e superfícies tornando-os aptos para o manuseio seguro.

    3 – DESINFECÇÃO
    Destruição de microorganismos, exceto os esporulados, pela aplicação de meios físicos ou químicos, em artigos ou superfícies.
    4 – ESTERILIZAÇÃO
    É o processo de destruição de todos os microrganismos, inclusive esporulados, a tal ponto que não seja mais possível detectá-los através de testes microbiológicos padrão.

    5 – ARTIGOS : Utensílios utilizados pelo paciente e pelos profissionais de saúde em seu tratamento: seringas, equipos

    6 – SUPERFÍCIES: Compreende mobiliários, pisos, paredes, portas, tetos, janelas, equipamentos e demais instalações.
    7-DESINFECÇÃO CONCORRENTE: É a desinfecção feita nas dependências ,enquanto ocupadas por paciente e ao término de procedimentos contaminados por matéria orgânica (sangue, secreções, excrementos).
    8- DESINFECÇÃO TERMINAL: É a desinfecção feita ao final da jornada de trabalhos.

  • Classificação das superfícies segundo o risco

    Classificação das superfícies segundo o risco

    ÁREAS CRÍTICAS:
    Local que oferece maior risco de transmissão de infecção, seja pela baixa resistência do paciente ou pelas atividades desenvolvidas. Ex: Consultórios odontológicos, CME.

    ÁREAS SEMI – CRÍTICAS:
    Local de menor risco de transmissão de infecção. Ex: consultórios médicos , sala de fisioterapia, enfermaria, banheiro.

    ÁREAS NÃO CRÍTICAS:
    Dependências que não apresentam risco de transmissão de infecção. São todas as áreas não ocupadas por pacientes, ou cujo acesso lhes seja vedado. Ex: copa, recepção, salas de chefia, corredores, almoxarifado

    Observações: As áreas críticas e semi - críticas requerem limpeza e desinfecção diárias e as áreas não críticas apenas limpeza.
     

  • PASSOS DO PROCESSAMENTO DE SUPERFÍCIES

    PASSOS DO PROCESSAMENTO DE SUPERFÍCIES

    ou

    Superfícies com presença de matéria orgânica

    Desinfecção

    Descontaminação

    Aplicar o produto

    Após o tempo de ação, retirar o produto/resíduo com pano ou papel

    Retirar matéria orgânica com pano ou papel

    Aplicar o desinfetante

    Após o tempo de ação, remover o desinfetante da área

    Limpar com água e sabão o restante da área

    Secar as superfícies

  • NOTAS

    NOTAS

    As superfícies fixas ( pisos, paredes, tetos, portas, mobiliários, equipamentos e demais instalações) não representam risco significativo de transmissão de infecção na área hospitalar.

    Sabe-se que as infecções devem-se, primordialmente, aos fatores inerentes ao próprio paciente (idade, condições clínicas e Nutricionais, patologia de base, etc.) e, majoritariamente, às agressões de diagnóstico e terapêutica realizadas.

    É desnecessária a desinfecção de paredes, corredores, pisos, tetos, janelas, portas, a menos que haja respingo ou deposição de matéria orgânica, quando é recomendada a desinfecção localizada. Existem locais e mobiliários que podem constituir risco de contaminação para pacientes e pessoal hospitalar, pela presença de descarga de excreta, secreção ou exsudação de material orgânico. Estes locais necessitam de descontaminação antes ou concomitante à limpeza.

    As superfícies que estiverem com presença de matéria orgânica em áreas críticas, semi-críticas e não-críticas deverão sofrer processo de desinfecção ou descontaminação localizada e, posteriormente, deve-se realizar a limpeza com água e sabão em toda a superfície,com ou sem auxílio de máquinas. Nestes procedimentos usar os EPIs necessários.

  • PADRONIZAÇÃO DOS PRODUTOS

    PADRONIZAÇÃO DOS PRODUTOS

    As soluções utilizadas em serviços de saúde observarão o disposto na Portaria n.º 2616, de 12/05/98, do Ministério da Saúde; Manual de Procedimento de Artigos e Superfícies em Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde 1994 e Manual de Controle de Infecção Hospitalar do Ministério da Saúde1985.

    1. Álcool 70%
    Ação: bactericida por fricção
    Artigos e superfícies que podem ser submetidos: divisórias, mesas, cadeiras, papeleiras, saboneteiras, armários, equipamentos metálicos, camas, colchões, telefone, etc.

    2. Hipoclorito de sódio a 1%
    Desinfecção de nível médio de artigos e superfícies e descontaminação de superfícies.
    As soluções devem ser estocadas em lugares fechados e escuros (frascos opacos); Não utilizar em metais e mármore, pela ação corrosiva.

    3. Água e sabão

  • ROTINA TÉCNICA PARA LIMPEZA E/OU DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIE: orientações gerais para o trabalho

    ROTINA TÉCNICA PARA LIMPEZA E/OU DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIE: orientações gerais para o trabalho

    1- Lavar as mãos com água e sabão líquido ou sabão em barra e aplicar álcool glicerinado a 70% friccionando por 30 segundos:
    . Antes de iniciar as tarefas de limpeza;
    . Ao constatar sujidade;
    . Antes e após uso de toalete;
    . Após tossir, espirrar ou assoar o nariz;
    . Antes de se alimentar;
    . Após término das atividades.
    2- Não comer ou fumar quando executar tarefas de limpeza;
    3- Evitar o uso de bijouterias, jóias e relógios durante a execução do trabalho.
    4- Usar uniforme durante o trabalho e o equipamento de proteção individual (EPI) de acordo com as circunstâncias de risco.
    5- Preparar previamente todo o material necessário ao procedimento de limpeza e desinfecção a ser executado.
    6- Remover o lixo do recinto para os locais devidos, antes de iniciar a limpeza.
    7- Não agitar peças de roupas, sacos de lixo, ou qualquer material contaminado, não espanar e não fazer varredura a seco nas áreas internas da Central de Material Esterilizado e demais setores de Saúde.
    8 - Iniciar pelo mobiliário e/ ou paredes e terminar pelo piso.
    9- Limpar com movimentos amplos, do lugar mais alto para o mais baixo e da parte mais distante para a mais próxima.
    10 - Começar a limpeza sempre do fundo dos recintos, salas e corredores e prosseguir em direção à saída.
    11 - Limpar primeiro uma metade do recinto e depois a outra metade, deixando espaço livre para passagem de pessoas, remoção de equipamentos e mobiliários.
      
     
     
     
     
     
     

  • MATERIAIS UTILIZADOS NA LIMPEZA

    MATERIAIS UTILIZADOS NA LIMPEZA

    Baldes (de cores diferentes);
    Carro: para transporte e guarda do material de limpeza;
    Desentupidor de pia e ralos;
    Escadas: diversos tamanhos;
    Enceradeiras;
    Latões de lixo (15, 35 e 100 litros);
    Mops;
    Palha de aço;
    Panos para limpeza (de mesa, pia, etc.);
    Pá de lixo (cabo longo e curto);
    Rodos de borracha (diversos tamanhos);
    Saco de plástico (cor branco leitoso resistente, para acondicionar lixo biológico, de 15, 35 e 100 litros e saco preto, para o lixo administrativo);
    Suporte (para pendurar vassouras, rodos, etc.);
    Vassourinha (de piaçava para banheiros);
    Vassoura de piaçava (diversos tamanhos);


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • TREINAMENTO DE LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE SEÇÃO MÉDICA
  • INTRODUÇÃO
  • REGRAS BÁSICAS PARA LIMPEZA E DESINFECÇÃO
  • PRINCÍPIOS BÁSICOS PARA A LIMPEZA
  • CONCEITOS
  • Classificação das superfícies segundo o risco
  • PASSOS DO PROCESSAMENTO DE SUPERFÍCIES
  • NOTAS
  • PADRONIZAÇÃO DOS PRODUTOS
  • ROTINA TÉCNICA PARA LIMPEZA E/OU DESINFECÇÃO DE SUPERFÍCIE: orientações gerais para o trabalho
  • MATERIAIS UTILIZADOS NA LIMPEZA
  • MATERIAIS E PRODUTOS DE LIMPEZA
  • Epis
  • VARREDURA ÚMIDA
  • Ensaboar
  • ENXAGUAR E SECAR
  • LIMPEZA DE PISOS
  • LIMPEZA DE JANELAS E PORTAS
  • LIMPEZA DO MOBILIÁRIO, BANCADAS E EQUIPAMENTOS
  • LIMPEZA DE TETOS E PAREDES
  • LIMPEZA DE BANHEIROS
  • LIMPEZA E DESINFECÇÃO DE BEBEDOURO
  • Recolhimento do lixo
  • Regras básicas de acondicionamento do lixo
  • BIBLIOGRAFIA
  • HIGIENIZAÇÃO E LIMPEZA HOSPITALAR
  • Higienização e Limpeza Hospitalar
  • Arrumação do leito