Curso Online de NR 19 - EXPLOSIVOS (NORMAS REGULAMENTADORAS)

Curso Online de NR 19 - EXPLOSIVOS (NORMAS REGULAMENTADORAS)

19.1. Depósito, manuseio e armazenagem de explosivos. 19.1.1. Explosivos são substâncias capazes de rapidamente se transformarem em gase...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 25,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

19.1. Depósito, manuseio e armazenagem de explosivos.
19.1.1. Explosivos são substâncias capazes de rapidamente se transformarem em gases, produzindo calor intenso e pressões elevadas, se subdividindo em:
a) explosivos iniciadores: aqueles que são empregados para excitação de cargas explosivas, sensíveis ao atrito, calor e Choque. Sob efeito do calor, explodem sem se incendiar;
b) explosivos reforçadores: os que servem como intermediários entre o iniciador e a carga explosiva propriamente dita;
c) explosivos de rupturas: são os chamados altos explosivos, geralmente tóxicos;
d) pólvoras: que são utilizadas para propulsão ou projeção > ETC.

José Vieira Cabral Nasceu no dia 25 de agosto de 1.960 em Xambrê, Paraná, viveu ali até os seus oito anos de idade e depois os seus pais se mudaram para Maringá no mesmo Estado. E aos 19 anos mudou-se para São Caetano do Sul, Região do Grande ABC, São Paulo, onde permanece até o presente momento. O Autor/produtor foi comerciante a maior parte de sua vida, mas também trabalhou como empregado em algumas Empresas: Foi Administrativo e Encarregado de obras Civis, tendo como formação (Mestria em Construção Civil) e, mais de 100 Cursos de diversas áreas. Como Escritor e pesquisador escreveu diversas Obras Literárias e Didáticas: É fundador da Livraria e Editora Virtual Cabral Veríssimo (seu nome artístico) e pertencente ao Clube de autores. O seu Site:(ciacabralverissimo.loja2.com.br), onde produz os seus Livros e Cursos online para a plataforma da (www.buzzero.com/autores/jose-cabral).



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • DESCRIÇÃO:
    19.1. Depósito, manuseio e armazenagem de explosivos.
    19.1.1. Explosivos são substâncias capazes de rapidamente se transformarem em gases, produzindo calor intenso e pressões elevadas, se subdividindo em:
    a) explosivos iniciadores: aqueles que são empregados para excitação de cargas explosivas, sensíveis ao atrito, calor e Choque. Sob efeito do calor, explodem sem se incendiar;
    b) explosivos reforçadores: os que servem como intermediários entre o iniciador e a carga explosiva propriamente dita;
    c) explosivos de rupturas: são os chamados altos explosivos, geralmente tóxicos;
    d) pólvoras: que são utilizadas para propulsão ou projeção > ETC.

  • NR 19 – Explosivos
    Publicação D.O.U.
    Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78
    Atualizações/Alterações D.O.U.
    Portaria SSMT n.º 02, de 02 de fevereiro de 1979 08/02/79
    Portaria SIT n.º 07, 30 de março de 2007 02/04/07
    19.1. Depósito, manuseio e armazenagem de explosivos.
    19.1.1. Explosivos são substâncias capazes de rapidamente se transformarem em gases, produzindo calor intenso e pressões elevadas, se subdividindo em:
    a) explosivos iniciadores: aqueles que são empregados para excitação de cargas explosivas, sensíveis ao atrito, calor e Choque. Sob efeito do calor, explodem sem se incendiar;
    b) explosivos reforçadores: os que servem como intermediários entre o iniciador e a carga explosiva propriamente dita;
    c) explosivos de rupturas: são os chamados altos explosivos, geralmente tóxicos;
    d) pólvoras: que são utilizadas para propulsão ou projeção.

  • (*) Quantidade máxima que não pode ser ultrapassada em caso algum.
    d) nos locais de armazenagem e na sua área de segurança, constarão placas com dizeres "É PROIBIDO FUMAR" e
    "EXPLOSIVO" que possam ser observados por todos que tenham acesso;
    e) material incombustível, impermeável, mau condutor de calor e eletricidade, e as partes metálicas usadas no seu interior deverão ser de latão, bronze ou outro material que não produza centelha quando atritado ou sofrer choque;
    f) piso impermeabilizado com material apropriado e acabamento liso para evitar centelhamento, por atrito ou choques, e facilitar a limpeza;
    g) as partes abrindo para fora, e com bom isolamento térmico e proteção às intempéries;
    h) as áreas dos depósitos protegidas por pára-raios segundo a Norma Regulamentadora (NR 10);

  • i) os depósitos dotados de sistema eficiente e adequado para o combate a incêndio;
    j) as instalações de todo equipamento elétrico da área dada obedecerão segundo as disposições da Norma
    Regulamentadora (NR 10);
    l) o distanciamento mínimo indicado na Tabela C poderá ser reduzido à metade, quando se tratar de depósito barricado ou entrincheirado, desde que previamente vistoriado;
    (Acrescentada pela Portaria SSMT n.º 02, de 02 de fevereiro de 1979)
    m) será obrigatória a existência física de delimitação da área de risco, assim entendido qualquer obstáculo que impeça o ingresso de pessoas não autorizadas.
    (Acrescentada pela Portaria SSMT n.º 02, de 02 de fevereiro de 1979)

  • 19.1.3. No manuseio de explosivos, devem ser observadas as seguintes normas de segurança:
    a) pessoal devidamente treinado para tal finalidade;
    b) no local das aplicações indicadas deve haver pelo menos um supervisor, devidamente treinado para exercer tal função;
    c) proibido fumar, acender isqueiro, fósforo ou qualquer tipo de chama ou centelha nas áreas em que se manipule ou
    armazene explosivos;
    d) vedar a entrada de pessoas com cigarros, cachimbo, charuto, isqueiro ou fósforo;
    e) remover toda lama ou areia dos calçados, antes de se entrar em locais onde se armazenam ou se manuseiam explosivos;
    f) é proibido o manuseio de explosivos com ferramentas de metal que possam produzir faíscas;
    g) uso obrigatório de calçado apropriado;
    h) proibir o transporte de explosivo exposto com equipamento movido a motor de combustão interna;

  • i) não permitir o transporte e armazenagem conjuntos de explosivo de ruptura e de outros tipos, especialmente os
    Iniciadores;
    j) admitir no interior de depósito para armazenagem de explosivo as seguintes temperaturas máximas:
    l) 27ºC (vinte e sete graus centígrados) para nitrocelulose, nitromido e pólvora química de base dupla;
    m) 30ºC (trinta graus centígrados) para ácido pícrico e pólvora química de base simples;
    n) 35ºC (trinta e cinco graus centígrados) para pólvora mecânica;
    o) 40ºC (quarenta graus centígrados) para trotil, picrato de amônio e outros explosivos não-especificados.
    p) arejar obrigatoriamente, em períodos não-superiores a 3 (três) meses, os depósitos de armazenagem de explosivos, mediante aberturas das portas ou por sistema de exaustão;
    q) molhar as paredes externas e as imediações dos depósitos de explosivos, tendo-se o cuidado para que a mesma não penetre no local de armazenagem.

  • 19.1.4. Inspecionar os explosivos armazenados para verificar as suas condições de uso, dentro dos seguintes períodos:
    DINAMITE - trimestralmente, não sendo aconselhável armazená-la por mais de 2 (dois) anos;
    NITROCELULOSE - semestralmente a partir do segundo ano de fabricação;
    ALTOS EXPLOSIVOS - primeiro exame 5 (cinco) anos após a fabricação e, depois, de 2 (dois) em 2 (dois) anos;
    ACIONADORES, REFORÇADORES, ESPOLETAS - primeiro exame 10 (dez) anos após a fabricação e, depois de 5 (cinco) em 5 (cinco) anos.
    19.1.5. Nos transportes de explosivos, observar as seguintes normas de segurança:
    a) o material deverá estar em bom estado e acondicionado em embalagem regulamentar;
    b) por ocasião de embarque ou desembarque, verificar se o material confere com a guia de expedição correspondente;

  • c) prévia verificação quanto às condições adequadas de segurança, todos os equipamentos empregados nos serviços de carga, transporte e descarga;
    d) utilizar sinalização adequada, tais como bandeirolas vermelhas ou tabuletas de aviso, afixadas em lugares visíveis;
    e) disposição do material de maneira a facilitar a inspeção e a segurança;
    f) as munições explosivas e artifícios serão transportados separadamente;
    g) em caso de necessidade, proteger o material contra a umidade e incidência direta dos raios solares, cobrindo-o com uma lona apropriada;
    h) antes da descarga de munições ou explosivos, examinar-se-á o local previsto para armazená-los;
    i) proibir a utilização de luzes não-protegidas, fósforos, isqueiros, dispositivos ou ferramentas capazes de produzir chama ou centelhas nos locais de embarque, desembarque e nos transportes;

  • j) salvo casos especiais, os serviços de carga e descarga de munições e explosivos serão feitos durante o período das 7 às 17 horas;
    l) quando houver necessidade de carregar ou descarregar munições e explosivos durante a noite, somente admitir Iluminação com lanternas e holofotes elétricos.
    19.1.6. Além das prescrições gerais aplicáveis aos transportes de munições e explosivos por via férrea, vigorarão os seguintes preceitos:
    a) os vagões que transportarem munições ou explosivos deverão ficar separados da locomotiva ou de vagões de passageiros no mínimo por 3 carros;
    b) os vagões serão limpos, inspecionados antes do carregamento e depois da descarga do material, removendo qualquer material que possa causar centelha por atrito e destruindo-se a varredura;
    c) os vagões devem ser travados e calçados durante a carga e a descarga do material;

  • d) será proibida qualquer reparação em avarias dos vagões depois de iniciado o carregamento dos mesmos; os vagões
    Carregados com explosivos não deverão permanecer nas áreas dos paióis ou depósitos para evitar que eles sirvam como intermediários na propagação das explosões;
    e) as portas dos vagões carregados deverão ser fechadas, lacradas e nelas colocadas tabuletas visíveis, com os dizeres "cuidado: explosivo";
    f) as portas dos paióis serão conservadas fechadas ao se aproximar a composição e, só depois de retirada a locomotiva, poderão ser abertas;
    g) as manobras para engatar e desengatar os vagões deverão ser feitas sem choque;
    h) quando, durante a carga ou descarga, for derramado qualquer explosivo, o trabalho será interrompido e só recomeçado depois de limpo o local;
    i) o trem especial carregado de munições ou explosivos não poderá parar ou permanecer em plataforma de estações, e, sim, em desvios afastados dos locais povoados.

  • 19.1.7. As regras a observar no transporte rodoviário, além das prescrições gerais cabíveis no caso, serão as seguintes:
    a) os caminhões destinados ao transporte de munições e explosivos, antes de sua utilização, serão vistoriados para exame de seus circuitos elétricos, freios, tanques de combustível, estado da carroçaria e dos extintores de incêndio, assim como verificação da existência de quebra-chama no tubo de descarga e ligação metálica da carroçaria com a terra;
    b) os motoristas deverão ser instruídos quanto aos cuidados a serem observados, bem como sobre o manejo dos extintores de incêndio;
    c) a estopa a ser levada no caminhão será a indispensável, e a que for usada deverá ser jogada fora;
    d) a carga explosiva deverá ser fixada, firmemente, no caminhão e coberta com lona impermeável, não podendo ultrapassar a altura da carroçaria;
    e) será proibida a presença de estranhos nos caminhões que transportarem explosivos ou munições;


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 19.1. Depósito, manuseio e armazenagem de explosivos.
  • 19.1.1. Explosivos são substâncias capazes de rapidamente se transformarem em gases, produzindo calor intenso e pressões elevadas, se subdividindo em:
  • a) explosivos iniciadores: aqueles que são empregados para excitação de cargas explosivas, sensíveis ao atrito, calor e Choque. Sob efeito do calor, explodem sem se incendiar;
  • b) explosivos reforçadores: os que servem como intermediários entre o iniciador e a carga explosiva propriamente dita;
  • c) explosivos de rupturas: são os chamados altos explosivos, geralmente tóxicos;
  • d) pólvoras: que são utilizadas para propulsão ou projeção > ETC.