Curso Online de Transporte de Emergência - Condutor de Veículos de emergência C.V.E

Curso Online de Transporte de Emergência - Condutor de Veículos de emergência C.V.E

Curso preparado para Condutores de Veículos de Emergência e Instrutores que possam se beneficiar dos materiais preparados em slides e ain...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 25 horas


Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso preparado para Condutores de Veículos de Emergência e Instrutores que possam se beneficiar dos materiais preparados em slides e ainda poderem edita-los, conforme suas necessidades.
Não substitui o curso realizado em auto escola, que necessita de 50 horas/aula presencial, conforme o C.T.B.
O CURSO NÃO É ACEITO PELO DETRAN, por ser na modalidade on-line.

Tem por finalidade aperfeiçoar os condutores de transporte de emergência, possibilitando uma condução segura.

Bons Estudos!!!

Neuropsicopedagogo/Pedagogo Instrutor de Trânsito AB Condutor de Veículo de Emergência



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • TRANSPORTE DE EMERGÊNCIA

    Weverson de Oliveira Ferrari
    Veículo de Transporte Rápido - 2021
    C.V.E.

  • VAMOS NOS APRESENTAR?

  • AMBULÂNCIA/AMBULARE

    O termo "ambulância" vem da palavra latina "ambulare", que significa "movimentar". Até à Segunda Guerra Mundial, a palavra era também usada para designar os postos de socorro militares de campanha. Atualmente, o termo está geralmente associado aos veículos automóveis onde é administrada assistência médica de emergência a pacientes com doença ou ferimentos graves. Estes veículos estão normalmente equipados com luzes rotativas e sirenes de aviso, destinados a facilitar a sua deslocação rápida através do trânsito.

  • As ambulâncias de emergência, em diversos países, são identificadas pelo sinal Estrela da Vida. Este sinal, com origem nos serviços de emergência médica dos Estados Unidos e, atualmente, adaptado por muitos outros, representa os seis estágios do tratamento médico pré-hospitalar.
    Ao invés da Estrela da Vida, as ambulâncias militares são identificadas pela Cruz Vermelha. Este símbolo protege-as de ataques à luz das leis internacionais da guerra.

  • A estrela da vida é o símbolo que identifica o Pré Hospitalar, é também considerada como o símbolo internacional da Paramedicina e dos Técnicos em Emergências Médicas, devido à Serpente e o Bastão.

  • SIGNIFICADO DAS 6 FAIXAS

  • Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho é um movimento internacional humanitário, neutro e imparcial, não vinculado a qualquer Estado, presente em aproximadamente 97 milhões de voluntários mundialmente. Seu objetivo é proteger a vida e a saúde humana, e prevenir e aliviar sofrimento humano, sem discriminação baseado em nacionalidade, raça, sexo, religião, classe social ou opiniões políticas.

  • CTB - Lei nº 9.503 de 23 de Setembro de 1997

    Art. 145. Para habilitar-se nas categorias D e E ou para conduzir veículo de transporte coletivo de passageiros, de escolares, de emergência ou de produto perigoso, o candidato deverá preencher os seguintes requisitos:
    I - ser maior de vinte e um anos;
    II - estar habilitado:
    a) no mínimo há dois anos na categoria B, ou no mínimo há um ano na categoria C, quando pretender habilitar-se na categoria D; e
    b) no mínimo há um ano na categoria C, quando pretender habilitar-se na categoria E;

  • III - não ter cometido nenhuma infração grave ou gravíssima ou ser reincidente em infrações médias durante os últimos doze meses;(Revogado)
    IV - ser aprovado em curso especializado e em curso de treinamento de prática veicular em situação de risco, nos termos da normatização do CONTRAN.
    Parágrafo único. A participação em curso especializado previsto no inciso IV independe da observância do disposto no inciso III. (Incluído pela Lei nº 12.619, de 2012) (Vigência)

  • Art. 145-A. Além do disposto no art. 145, para conduzir ambulâncias, o candidato deverá comprovar treinamento especializado e renovação em cursos específicos a cada 5 (cinco) anos, nos termos da normatização do CONTRAN. (Incluído pela Lei nº 12.998, de 2014).

  • CURSO EXIGIDO POR LEI

    RESOLUÇÃO Nº 168, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2004Estabelece Normas e Procedimentos para a formação de condutores de veículos automotores e elétricos, a realização dos exames, a expedição de documentos de habilitação, os cursos de formação, especializados, de reciclagem e dá outras providências.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • TRANSPORTE DE EMERGÊNCIA
  • VAMOS NOS APRESENTAR?
  • AMBULÂNCIA/AMBULARE
  • SIGNIFICADO DAS 6 FAIXAS
  • CTB - Lei nº 9.503 de 23 de Setembro de 1997
  • CURSO EXIGIDO POR LEI
  • Quanto ganha um condutor de veículo de emergência?
  • SAMU
  • APENSADO AO  PL 3829/2019
  • Projeto estabelece jornada semanal de 30 horas para Condutor de ambulância Fonte: Agência Câmara de Notícias
  • SINALIZAÇÃO DAS VTR´S/QUD
  • QUAL A VELOCIDADE A SE MANTER, PARA UMA AMBULÂNCIA COM VÍTIMA E OU SEM VÍTIMA?
  • SINALIZAÇÃO
  • VIAS PREFERENCIAIS
  • EVOLUÇÃO DAS VTR´S
  • AMBULÂNCIA 100% ELÉTRICA DA NISSAN PASSA A INTEGRAR A INICIATIVA TÓQUIO ZERO EMISSÃO
  • PARTE INTERNA-NISSAN NV400
  • TRANSIT AMBULÂNCIA
  • IVECO AMBULÂNCIA
  • SPRINTER AMBULÂNCIA
  • DUCATO AMBULÂNCIA
  • BOXER AMBULÂNCIA
  • MASTER AMBULÂNCIA
  • PORTARIAS ,NORMAS E RESOLUÇÕES/ANVISA
  • ALVARÁ SANITÁRIO
  • UNIDADE DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR MÓVEL (AMBULÂNCIA) DOCUMENTAÇÃO ESPECÍFICA PARA LIBERAÇÃO DO ALVARÁ SANITÁRIO.
  • 1.1-EMPRESA PRIVADA: * Apresentar cópias dos seguintes documentos:
  • Apresentar ainda:
  • 1.2 - INSTITUIÇÕES PÚBLICAS:
  • Apresentar ainda:
  • PORTARIA 2.657/04 ANVISA
  • NORMA 14.561/00 ABNT
  • RESOLUÇÃO 1.671/03 CFM CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA
  • RESOLUÇÃO 50/02 RDC da ANVISA
  • RESOLUÇÃO 306/04 RDC da ANVISA
  • RESOLUÇÃO 358/2005- CONAMA CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE
  • RESOLUÇÕES DO CONTRAN
  • RESOLUÇÃO 789/20-CONTRAN
  • AO FINAL DO CURSO ,O CONDUTOR SERÁ CAPAZ DE:
  • PORTARIA GM/MINISTÉRIO DA SAÚDE Nº 2048/2002
  • REGULAÇÃO SAMU 192
  • COMPETÊNCIAS/HABILIDADES
  • VEÍCULOS DE ATENDIMENTO PRÉ-HOSPITALAR MÓVEL (AMBULÂNCIAS)
  • VÍDEO
  • CLASSIFICAÇÃO DAS AMBULÂNCIAS
  • DEFINIÇÃO DOS MEDICAMENTOS DAS AMBULÂNCIAS
  • TRIPULAÇÃO
  • AMBULÂNCIA TIPO B
  • AMBULÂNCIA TIPO C
  • AMBULÂNCIA TIPO D
  • AERONAVES
  • EMBARCAÇÕES
  • RESPONSABILIDADES DO CONDUTOR DE VEÍCULO DE EMERGÊNCIA
  • DOCUMENTO DIGITAL
  • EXAME TOXICOLÓGICO 2021
  • ATENÇÃO A FISCALIZAÇÃO
  • CAPÍTULO III: DAS NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA DO C.T.B
  • VÍDEO PRIORIDADE DE PASSAGEM
  • AMBULÂNCIA NÃO É IMUNE!!!!
  • O uso da Sirene
  • ATENÇÃO!!!!!!!
  • MODELOS DE SIRENE
  • SIRENE ELÉTRICA
  • CÓDIGO Q
  • Principais Siglas e Significados do Código Q
  • História do Código Q
  • EXEMPLO PLACA MERCOSUL
  • RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
  • CONDUTA PROFISSIONAL
  • COMPETE AO CONDUTOR
  • AO ASSUMIR O PLANTÃO , INSPECIONE A VTR
  • EQUIPAMENTOS OBRIGATÓRIOS
  • 3.NÍVEIS DE ÓLEO, ÁGUA E COMBUSTÍVEL
  • 4. FUNCIONAMENTO DE FREIOS
  • 5. SISTEMA ELÉTRICOS , LUMINOSOS E SONOROS
  • 6.TENSÃO DA CORREIA DO MOTOR
  • 7.ESTADO GERAL DA BATERIA
  • 8. MARCADOR DE TEMPERATURA DO MOTOR
  • 9. POSSÍVEIS VAZAMENTOS
  • 10. FUMAÇA ANORMAL NO ESCAPAMENTO
  • 11. FIXAÇÃO E ESTADO DO ESCAPAMENTO
  • 12. RUIDOS /BARULHO
  • 13. PEÇAS SOLTAS
  • 14. FIXAÇÃO E ESTADO DOS PARA-CHOQUES
  • 15. LIMPADORES DE PÁRA BRISAS
  • 16.CALIBRAGEM E ESTADO DOS PNEUS E SOBRESSALENTE
  • 16. ARRANHÕES E AMASSADOS
  • SOBRESSALENTE / PNEU
  • 17.LIMPEZA GERAL E EXTERNA
  • 18. AJUSTE DOS BANCO E CINTO DE SEGURANÇA
  • 19. AJUSTE DOS RETROVISORES
  • MEDIDAS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL
  • LAVAR SEMPRE AS MÃOS PARA MEDIDA DE CONTROLE DE INFECÇÃO
  • APÓS TOCAR NA MACA
  • APÓS TOCAR NO PACIENTE
  • EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO
  • O USO DA SIRENE
  • MUDANÇA DE ATITUDE: UMA QUESTÃO DE CONSCIÊNCIA
  • IMPRUDÊNCIA/NEGLIGÊNCIA/IMPERÍCIA
  • IMPRUDÊNCIA
  • Imperícia
  • COMPORTAMENTO NO TRÂNSITO
  • RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
  • PRIMEIRO GRUPO É A FAMÍLIA
  • RELACIONAMENTOS PROFISSIONAIS
  • RESPEITO
  • FLEXIBILIDADE
  • BOM SENSO E SABEDORIA
  • HUMILDADE
  • PACIÊNCIA
  • EQUILÍBRIO
  • EMPATIA
  • RECEPTIVIDADE
  • IGUALDADE
  • EDUCAÇÃO
  • PERSISTÊNCIA
  • BOM RELACIONAMENTO NO TRÂNSITO
  • 1. DIGNIDADE HUMANA
  • 2. IGUALDADE DOS DIREITOS
  • 3. PARTICIPAÇÃO
  • 4. CORRESPONSABILIDADE PELA VIDA SOCIAL
  • CONCLUSÃO
  • QUALIDADE NO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL
  • QUALIDADE DE VIDA
  • AUTO AVALIAÇÃO
  • COMPORTAMENTO E SEGURANÇA NA CONDUÇÃO DE VEÍCULOS DE EMERGÊNCIA
  • COMPORTAMENTO SOLIDÁRIO NO TRÂNSITO
  • SEJA VOCÊ A MUDANÇA NO TRÂNSITO!
  • RESPONSABILIDADE EM RELAÇÃO AOS DEMAIS ATORES DO PROCESSO DE CIRCULAÇÃO
  • PROTEGER O MAIS VULNERÁVEL
  • RESPEITO AS NORMAS ESTABELECIDAS PARA A SEGURANÇA NO TRÂNSITO
  • ATENDIMENTO ÀS DIFERENÇAS E ESPECIFICIDADES DOS USUÁRIOS
  • CARACTERÍSTICAS DOS USUÁRIOS DE VEÍCULOS DE EMERGÊNCIA
  • CUIDADOS ESPECIAIS
  • OBESOS
  • PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
  • IDOSOS
  • GESTANTES
  • CRIANÇAS
  • COMPORTAMENTO NO TRÂNSITO
  • TIPOS DE COMPORTAMENTO
  • ANGÚSTIA
  • FRUSTRAÇÃO
  • MEDO
  • RAIVA
  • EGOÍSMO
  • INSEGURANÇA
  • COMPETITIVIDADE
  • AGRESSIVIDADE
  • HOSTILIDADE
  • EUFORIA
  • OCASIONANDO...
  • INTROVERSÃO
  • IMPULSIVIDADE
  • CAUSANDO...
  • PASSIVIDADE
  • DISTRAÇÃO
  • PRESSA
  • PESSIMISMO
  • DEPRESSÃO
  • Finalizando...
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS