Curso Online de Como Preparar Mensagens Bíblicas

Curso Online de Como Preparar Mensagens Bíblicas

Parece que há um receio de falar diante de um púlpito que, certamente é mais intelectualizado que há alguns anos e neste modesto trabalh...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 40 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Parece que há um receio de falar diante de um púlpito que, certamente é mais intelectualizado que há alguns anos e neste modesto trabalho vamos dar algumas sugestões.

Vou fazer um resumo do meu currículo sou Técnico em Segurança do Trabalho e Registrado no Ministério do Trabalho e Emprego, faço acessória empresarial e comercial. Sou formado em segurança patrimonial e industrial, Curso atualmente o Curso de Direito e, tenho uma empresa no seguimento representação comercial (vendas e acessória) sou Orientador de Casais e Jovens na Igreja Evangélica que pertenço e igrejas ao qual sou convidado para cursos e palestras e atuo também na área de libertação espiritual.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Como preparar mensagens bíblicas

    1

    Como preparar mensagens bíblicas

  • Sumário

    Introdução...................................................................03
    O que Pregar?............................................................04
    Qual a Finalidade da Pregação?...............................05
    Que deve Conter a Pregação?..................................06
    A Base da Pregação..................................................09
    A Estrutura da Pregação...........................................11
    Tipos de Sermões.....................................................19
    Qualidades do Bom Pregador...................................23

    2

    Sumário

  • INTRODUÇÃO

    Há alguns anos, o número de rapazes e moças que subiam ao púlpito para pregar era maior que o de hoje. Na sua simplicidade, falavam do amor de Deus, da Salvação e davam testemunho sob a unção do Espírito Santo. Hoje, parece que a figura do "preletor oficial" inibiu muitos de falarem com ousadia a Palavra de Deus. Parece que há um receio de falar diante de um público que, certamente, é mais intelectualizado que há alguns anos. Jovens pregadores ficam embaraçados e cometem certos deslizes, que poderiam ser evitados. Neste modesto trabalho, vamos dar apenas algumas sugestões, e não um estudo sobre a Homilética (Arte de Falar em Publico).

    3

    INTRODUÇÃO

  • I -O QUE PREGAR?

    É a comunicação verbal da Palavra de Deus aos ouvintes. É a transmissão do evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo às pessoas que precisam ouvi-lo.

    4

    I -O QUE PREGAR?

  • II- QUAL A FINALIDADE DA PREGAÇÃO?

    É persuadir as pessoas a aceitarem a mensagem da Palavra de Deus para sua salvação (descrentes) ou para seu crescimento espiritual (crentes). Diante disso, o pregador precisa saber para quem esta falando: Para crentes ou para descrentes?

    5

    II- QUAL A FINALIDADE DA PREGAÇÃO?

  • III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

    Três coisas são básicas:
    OBJETIVIDADE.
    Refere-se ao alvo a atingir. Se pregamos para descrentes, desejamos que eles entendam que precisam crer em Jesus para ser salvos. Devemos orar muito, antes de pregar, para que o Espírito Santo convença as pessoas do seu pecado. Se isso acontecer, a pregação alcança seu alvo. O centro da pregação deve ser Cristo e não o pregador, como acontece em certas cruzadas ou movimentos evangelísticos. Há pregadores que se perdem no púlpito. Começam a falar do amor de Deus, e passam a divagar sobre o Apocalipse, vão até Gênesis, aos profetas e, ao final, não sabem como sair do emaranhado de palavras. É preciso ter objetividade.

    6

    III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

  • III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

    2. TRANSMISSÃO. O pregador deve procurar transmitir a mensagem de Deus às pessoas. Paulo disse: "Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei..." O mensageiro deve receber a mensagem de Deus e transmiti-la aos homens. Não deve ficar inventando mensagens, terias, filosofias para mostrar conhecimentos.

    7

    III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

  • III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

    3. CONVICÇÃO. O pregador deve transmitir aquilo de que tem convicção, para que a mensagem seja aceita. Tem que viver aquilo que prega.

    8

    III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?

  • IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão)

    1. A PALAVRA DE DEUS A base da pregação deve ser a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada. Podemos dizer, em outras palavras que a base da pregação deve ser o TEXTO BÍBLICO . Ilustrações podem ser aproveitadas, desde que Que se relacionem com o tema da mensagem , mas não podem tomar o lugar da Palavra de Deus. Ouvimos um pregador que, não tendo êxito em "abalar" os ouvintes, apelou para uma história fantasiosa e tomou 80% do tempo destinado à mensagem.

    9

    IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão)

  • IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão)

    2. QUE TEXTO ESCOLHER? O Pr. Elienai Cabral sugere (em resumo) 8 (oito) características para um bom tema a ser escolhido )p. 50-51). 1) De preferência textos que expressem um pensamento completo; 2) Textos claros. Devem-se evitar textos obscuros como Jd 6; Mt 27.52; 1 Pe 3.19-20 (exigem estudo mais profundo). 3) Textos objetivos: que atendam às necessidades espirituais das pessoas (Com oração e unção). 4) Textos sobre os quais não haja dificuldade para a interpretação (hermenêutica). 5) Textos dentro dos limites de capacidade do pregador. 6) Textos que expressem o tema da pregação para não fugir ao objetivo. 7) Texto que desperte interesse (Com oração, o Espírito mostra o que deve ser pregado). 8) Textos cuja seqüência seja de fácil acompanhamento pelo pregador e pelo auditório.

    10

    IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão)

  • V - A ESTRUTURA DA PREGAÇÃO ( Do sermão)

    Toda pregação com esboço ou não, deve ser dividida, basicamente, em duas partes:
    1. INTRODUÇÃO. É a parte inicial da mensagem, pela qual o pregador entra em contato com o auditório. Visa despertar o interesse pela pregação; "prepara a mente dos ouvintes , para que possam compreender o assunto do sermão e as ideias a serem desenvolvidas..." (Key, p. 31). Uma boa introdução deve ser BREVE, SIMPLES, INTERESSANTE E APROPRIADA.

    11

    V - A ESTRUTURA DA PREGAÇÃO ( Do sermão)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Como preparar mensagens bíblicas
  • Sumário
  • INTRODUÇÃO
  • I -O QUE PREGAR?
  • II- QUAL A FINALIDADE DA PREGAÇÃO?
  • III- QUE DEVE CONTER A PREGAÇÃO?
  • IV - A BASE DA PREGAÇÃO (ou do sermão)
  • V - A ESTRUTURA DA PREGAÇÃO ( Do sermão)
  • VI - TIPOS DE SERMÕES
  • VII- QUALIDADES DO BOM PREGADOR