Curso Online de Operador de Áudio
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Operador de Áudio

Este curso abordará muitas informações no campo teórico e prático, lhe trazendo conceitos do Som e equipamentos, capacitando você a cond...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 24 horas

Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso abordará muitas informações no campo teórico e prático, lhe trazendo conceitos do Som e equipamentos, capacitando você a condição de Operador de Áudio. Você aprenderá a operar mesas de som, avaliar ambientes, sonorizar espaço e principalmente compreender o fantástico mundo do Áudio.Ideal para amadores, DJs e Operadores de Igrejas.

Professor de física, Pós-graduado em Engenharia de Energia, Técnico em Eletrotécnica, Professor de música, Operador de Áudio, Programador/desenvolvedor, Sargento da Aeronáutica Especialista em eletricidade e equipamentos aeroportuários, Brigadista de Aeródromo.


- Felisberto Bersani

- Luiz Augusto Veras

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Josiley Braz Pereira.

    OPERADOR DE ÁUDIO

    1

  • OPERADOR DE ÁUDIO

    Josiley Braz Pereira.

    2

  • ABORDAREMOS :

    ABORDAREMOS :

    1 INTRODUÇÃO
    1.1 PROPRIEDADES DO SOM
    1.2 FREQUÊNCIA
    2 ESQUEMA BÁSICO DE SOM
    2.1 PERIFÉRICOS
    2.2 MICROFONES
    2.3 INSTRUMENTOS
    2.4 DIRECT BOX e CUBOS
    2.4 CUBOS
    3 MESAS DE SOM
    3.1 DESCRIÇÃO DETALHADA
    3.2 LEDS INDICADORES
    3.3 SAÍDAS DAS MESAS
    4 EQUALIZADOR
    5 PROCESSADORES DE DINÂMICA
    6 PROCESSADOR DE EFEITOS
    7 AMPLIFICADORES
    8 CAIXAS ACÚSTICAS
    8.1 TIPOS DE CAIXAS ACÚSTICAS.

    8.1.1 DUTOS DE AR
    8.1.2 CONECTORES
    8.1.3 ÂNGULO DE COBERTURA
    8.2 MODELOS MAIS COMUNS DE CAIXAS ACÚSTICAS
    8.3 CAIXAS ACÚSTICAS ESPECIAIS
    9 IMPEDÂNCIA
    9.1 Associação em série.
    9.2 Associação em paralelo.
    10 CROSSOVERS
    10.1 ESQUEMA BÁSICO DOS DIVISORES DE FREQUÊNCIA.
    11 DIFRAÇÃO SONORA, como direcionar as caixas ao público.
    12 OPERADOR DE SOM
    12.1 PRÁTICA 1:
    12.2 PRÁTICA 2:
    13 DICAS IMPORTANTES
    14 GLOSSÁRIO
    15 CONSIDERAÇÕES FINAIS

    3

  • 1 INTRODUÇÃO

    1 INTRODUÇÃO

    Desde quando nascemos somos alertados por sons, quando falamos, movemos, respirarmos nós emitimos sons.
    Desde o inicio dos tempos o homem usa os sons para se comunicar, na época das cavernas batiam-se tambores ou troncos de madeira, nas batalhas os sons dos tambores indicavam o rumo a ser seguido pelas tropas, hoje o som da corneta comanda grupos de militares.

    4

  • As músicas que vieram com a evolução dos instrumentos, jogam uma gama de sons para nossos ouvidos, apenas qualificamos como música boa ou ruim, no entanto existem enormes quantidades de sons formando essa música.
    Em nosso meio há várias fontes sonoras, mas afinal, o que é o som?

    SOM é “O fenômeno acústico que consiste na propagação de ondas sonoras produzidas por um corpo que vibra em meio material elástico”.

    5

  • Vamos entender:
    Propagação de ondas: quer dizer que som se move em forma de ondas, ou seja, camadas de energia que sensibiliza nossos ouvidos e podem até nos resvalar, nos fazendo vibrar assim como faz com objetos.
    Corpo que vibra: para existir o som tem que existir uma perturbação do material, por exemplo, ao vibrarmos uma régua, ao batermos palmas. Nesses dois casos o material perturbado foi o ar, mais também poderíamos ouvir sons dentro d’água ou se colocarmos o ouvido no solo escutaríamos sons.

    6

  • 1.1 PROPRIEDADES DO SOM

    1.1 PROPRIEDADES DO SOM

    • Intensidade: relativa à força do som, é o que conhecemos por volume, distingue sons mais fracos de sons mais fortes.
     
    • Timbre: costuma ser definido como a "cor" do som, pois através dele podemos identificar um mesmo som produzido por fontes diferentes como, por exemplo, dois instrumentos musicais tocando a mesma nota. Por exemplo:
    Um sax toca a nota sol e o violão também, você consegue distinguir quem é o sax e quem é o violão.

    7

  • • Duração: define se os sons são mais longos ou mais curtos, é o que chamamos de tempo.
    Imagine um instrumento soando a nota lá :
    Láá 2 Tempos
    Láááá 4 Tempos

    8

  • • Altura: é a frequência do som e não deve ser confundido com volume que é a intensidade.
    Os sons graves são mais baixos como o som de um contrabaixo, de uma tuba, do bumbo da bateria.
    Os sons mais altos são os agudos como os de um apito, flautim, ou a voz de um soprano lírico.
    Os sons intermediários são os médios, como trombone, a voz de um tenor, um sax tenor.
    Então, a altura está relacionada diretamente com a frequência do som, ou seja, quanto mais alto mais ‘fino’, quanto mais baixo mais ‘grosso’ o som.

    9

  • 1.2 FREQUÊNCIA

    1.2 FREQUÊNCIA

    Frequência significa o número de repetições que ocorrem em um intervalo de tempo, por exemplo, com que frequência o ônibus passa? De meia em meia hora.

    10

  • Como o som é produzido pela vibração do material, então sua frequência é a quantidade de vibração por segundo.
    Apesar de o termo parecer complexo e enfadonho é de extrema importância, pois ao conhecermos a frequência dos objetos podemos usar isso a nosso favor e aprender a operar um equipamento importante o EQUALIZADOR.

    11


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ABORDAREMOS :
  • 1 INTRODUÇÃO
  • 1.1 PROPRIEDADES DO SOM
  • 1.2 FREQUÊNCIA
  • DIAPASÃO
  • DECIBEL
  • DECIBELIMETRO
  • 2 ESQUEMA BÁSICO DE SOM
  • 2.1 PERIFÉRICOS
  • 2.2 MICROFONES
  • 2.3 INSTRUMENTOS
  • 2.4 DIRECT BOX e CUBOS
  • 2.4.1 CUBOS
  • 3 MESAS DE SOM
  • 3.1 DESCRIÇÃO DETALHADA
  • 3.2 LEDS INDICADORES
  • 3.3 SAÍDAS DAS MESAS
  • Mesa com equalizador, gerador de efeitos e Amplificador tudo junto.
  • 4 EQUALIZADOR
  • 5 PROCESSADORES DE DINÂMICA
  • 6 PROCESSADOR DE EFEITOS
  • 7 AMPLIFICADORES
  • 8 CAIXAS ACÚSTICAS
  • 8.1 TIPOS DE CAIXAS ACÚSTICAS.
  • 8.1.1 DUTOS DE AR
  • 8.1.2 CONECTORES
  • 8.1.3 ÂNGULO DE COBERTURA
  • 8.2 MODELOS MAIS COMUNS DE CAIXAS ACÚSTICAS
  • 8.3 CAIXAS ACÚSTICAS ESPECIAIS
  • 9 IMPEDÂNCIA
  • 9.1 Associação em série.
  • 9.2 Associação em paralelo.
  • 10 CROSSOVERS
  • 10.1 ESQUEMA BÁSICO DOS DIVISORES DE FREQUÊNCIA.
  • 11 DIFRAÇÃO SONORA
  • 12 OPERADOR DE SOM
  • 12.1 PRÁTICA 1:
  • ?SIGA A ORDEM CORRETA DOS PASSOS?
  • 12.2 PRÁTICA 2:
  • 13 DICAS IMPORTANTES
  • 14 GLOSSÁRIO
  • 15 CONSIDERAÇÕES FINAIS