Curso Online de Torneiro Mecânico
3 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Torneiro Mecânico

Aprenda neste Curso de Torneiro Mecânico sobre ferramentas, tipos especiais de chaves, esmerilhar rolamentos, engrenagens, leitura de ins...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 90 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aprenda neste Curso de Torneiro Mecânico sobre ferramentas, tipos especiais de chaves, esmerilhar rolamentos, engrenagens, leitura de instrumentos de medida, paquímetros, calibradores e muito mais.

“Mas, para ser um bom profissional, o torneiro mecânico tem de conhecer desenho técnico e fazer um curso de metrologia e usinagem”,

Trabalho a 10 anos na área de Informática Formação ? TI Técnico em Redes e Manutenção Administrador de Redes Certificações ? Cisco RS e CCNA Security


"bom para quem ja tem esperiencia na area, como eu...."

- Gildo Mariano

- Luis Fernando De Menezes Alves

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - Normalização; Perspectivas; Projeções; Cortes e secções; Cotagem; Tolerâncias dimensionais e de forma geométrica; Acabamento Superficial. METROLOGIA - Sistema Internacional de Unidades, Sistema Métrico e Sistema Inglês; Equipamentos de Medição (paquímetros, micrômetros,). MATERIAIS - Aço carbono, características, classificações e propriedade

    LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - Normalização; Perspectivas; Projeções; Cortes e secções; Cotagem; Tolerâncias dimensionais e de forma geométrica; Acabamento Superficial. METROLOGIA - Sistema Internacional de Unidades, Sistema Métrico e Sistema Inglês; Equipamentos de Medição (paquímetros, micrômetros,). MATERIAIS - Aço carbono, características, classificações e propriedade

  • mecânicas; Aço ligas, características, classificações e propriedade mecânicas. TECNOLOGIA DA OCUPAÇÃO - Torno mecânico horizontal e CNC (partes principais e acessórios); Velocidade de corte; Velocidade de avanço; Rotação da Árvore; Ferramentas de corte, tipos e aplicações.

    mecânicas; Aço ligas, características, classificações e propriedade mecânicas. TECNOLOGIA DA OCUPAÇÃO - Torno mecânico horizontal e CNC (partes principais e acessórios); Velocidade de corte; Velocidade de avanço; Rotação da Árvore; Ferramentas de corte, tipos e aplicações.

  • PRÁTICA DA OCUPAÇÃO - Torneamento com placa universal; Torneamento entre placa e ponta; Torneamento entre pontas; Facear; Fazer furo de centro; Furar; Sangrar e Cortar; Tornear superfície cilíndrica externa e interna; Tornear superfície cônica externa e interna; Tornear superfície côncava e convexa; Roscar com machos e cossinetes; Calcular as engrenagens da grade para roscar no torno; Usinar roscas diversas

    PRÁTICA DA OCUPAÇÃO - Torneamento com placa universal; Torneamento entre placa e ponta; Torneamento entre pontas; Facear; Fazer furo de centro; Furar; Sangrar e Cortar; Tornear superfície cilíndrica externa e interna; Tornear superfície cônica externa e interna; Tornear superfície côncava e convexa; Roscar com machos e cossinetes; Calcular as engrenagens da grade para roscar no torno; Usinar roscas diversas

  • CAPÍTULO 1

    TORNO MECÂNICO

    GENERALIDADES

    O torno mecânico é a mais importante das máquinas-ferramenta.
    É geralmente considerado como a máquina-ferramenta fundamental porque dela se tem
    derivado todas as outras máquinas e também porque pode executar maior número de
    obras do que qualquer outra máquina-ferramenta.
    O primeiro torno mecânico que se tem notícia foi feito na França por volta de 1740,
    sendo desconhecido o seu inventor (fig. 1.1).
    Era um pequeno torno de 4 a 5 polegadas de diâmetro, já possuía fuso para abrir roscas
    e era empregado na confecção de pequenas peças.
    Em 1797, Henry Mandslay, Inglês, construiu um pequeno torno mecânico para abrir
    roscas de 10 polegadas de diâmetro, com fuso engrenado à árvore.

    Quando este torno foi construído, a princípio era preciso um fuso diferente para cada
    passo de rosca que se quisesse abrir. Mais tarde, foi obtida a variação do passo por meio
    de engrenagens, permitindo este dispositivo, abrir roscas de mais de um passo, com um
    só fuso, no mesmo torno.

  • Desta época até a atual, os aperfeiçoamentos introduzidos, fizeram do torno, a máquinaferramenta
    eficiente e engenhosa, com o auxílio da qual a indústria mecânica atingiu o
    desenvolvimento extraordinário dos nossos dias.

  • Os tornos modernos apresentam inovações na sua construção com o fim de aumentar a
    capacidade produtiva e a precisão das máquinas.

    Atualmente, com o aumento das exigências de mercado e da concorrência para a
    produção em série, já se deixaram de lado “os velhos” e tradicionais tornos,
    substituindo-os, mesmo com sacrifício, por tornos revólveres e automáticos.

    1.1 – CONCEITO E EMPREGO
    1 1.1 – Conceito

    Torno mecânico é a máquina-ferramenta, destinada a trabalhar uma peça animada de
    movimento de rotação, por meio de uma ferramenta de corte (fig. 1.2).
    Esta ferramenta pode trabalhar deslocando-se paralela ou perpendicularmente ao eixo
    da peça.
    No primeiro caso a operação é denominada tornear e no segundo caso facear.
    As curvas geradas pelos movimentos combinados da peça e da ferramenta são: uma
    hélice, quando se torneia, e uma espiral, quando se faceia.

  • 1.1.2 – Emprego

    O torno executa qualquer espécie de superfície de revolução uma vez que a peça que
    se trabalha tem o movimento principal de rotação, enquanto a ferramenta possui o
    movimento de avanço e translação.
    O trabalho abrange obras como eixos, polias, pinos e toda espécie de peças roscadas.
    Além de tornear superfícies cilíndricas externas e internas, o torno poderá usinar
    superfícies planas no topo das peças (facear), abrir rasgos ou entalhes de qualquer
    forma, ressaltos, superfícies cônicas, esféricas e perfiladas.

    Qualquer tipo de peça roscada, interna ou externa, pode ser executada no torno.
    Além dessas operações primárias ou comuns, o torno pode ser usado para furar,
    alargar, recartilhar, enrolar molas, etc.
    O torno também pode ser empregado para polir peças usando-se lima fina, lixa ou
    esmeril.

  • 1.2 – CLASSIFICAÇÃO

    A fim de atender às numerosas necessidades, a técnica moderna põe a nossa disposição
    uma grande variedade de tornos que diferem entre si pelas dimensões, características,
    formas construtivas, etc.
    A classificação mais simples é a seguinte: torno simples e torno de roscar.

    1.2.1 - Torno Simples

    Neste torno pode-se tornear, facear, broquear e sangrar, porém não se pode abrir rosca
    (fig. 1.3)

  • 1.2.2 - Tornos de roscar

    Classificam-se em quatro (4) grupos: simples de roscar; aperfeiçoado de roscar;
    revólveres e especiais.
    a) Tornos simples de roscar
    São os de manejo mais simples, e é necessário calcular as engrenagens, para cada
    passo de rosca que se deseja abrir.

  • b) Tornos aperfeiçoados de roscar

    Estes tornos possuem um cabeçote fixo com caixa de mudança de marchas por
    meio de engrenagens denominadas monopolias. A caixa de engrenagens tipo
    “NORTON” é usada para abrir roscas dando de imediato o número de fios por
    polegadas ou milímetros, por meio de uma alavanca que corre ao longo da abertura
    da caixa. Realiza-se esta operação fazendo a ligação das rodas dentadas para o
    passo que se deseja obter, de acordo com uma tabela colocada ao lado da referida
    caixa e o eixo de ligação do comando automático do carro, e por meio de um
    dispositivo denominado fuso (fig. 1.5).

  • c) Tornos revólveres

    Apresentam a característica fundamental, que é o emprego de várias ferramentas
    convenientemente dispostas e preparadas para realizar as operações em forma
    ordenada e sucessiva, e que obriga o emprego de dispositivos especiais, entre os
    quais o porta-ferramentas múltiplo, a torre-revólver, etc. É utilizado na confecção
    de peças em série.
    Os tornos revólveres classificam-se em:
    - Torno revólver horizontal;
    - Torno revólver vertical.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE DESENHO MECÂNICO - Normalização; Perspectivas; Projeções; Cortes e secções; Cotagem; Tolerâncias dimensionais e de forma geométrica; Acabamento Superficial. METROLOGIA - Sistema Internacional de Unidades, Sistema Métrico e Sistema Inglês; Equipamentos de Medição (paquímetros, micrômetros,). MATERIAIS - Aço carbono, características, classificações e propriedade
  • mecânicas; Aço ligas, características, classificações e propriedade mecânicas. TECNOLOGIA DA OCUPAÇÃO - Torno mecânico horizontal e CNC (partes principais e acessórios); Velocidade de corte; Velocidade de avanço; Rotação da Árvore; Ferramentas de corte, tipos e aplicações.
  • PRÁTICA DA OCUPAÇÃO - Torneamento com placa universal; Torneamento entre placa e ponta; Torneamento entre pontas; Facear; Fazer furo de centro; Furar; Sangrar e Cortar; Tornear superfície cilíndrica externa e interna; Tornear superfície cônica externa e interna; Tornear superfície côncava e convexa; Roscar com machos e cossinetes; Calcular as engrenagens da grade para roscar no torno; Usinar roscas diversas