Curso Online de GESTÃO HOTELEIRA E TURÍSTICA

Curso Online de GESTÃO HOTELEIRA E TURÍSTICA

Hotelaria é um CURSO das ciências humanas que abrange o âmbito das práticas e teorias acerca dos conhecimentos que tangem a administração...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 24 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Hotelaria é um CURSO das ciências humanas que abrange o âmbito das práticas e teorias acerca dos conhecimentos que tangem a administração de hotéis e eventos além de novos gêneros de hospedarias. Estando intimamente ligado com a faculdade de turismologia.

Professor:Wisnael de Souza ,Teólogo,Músico,Analista de Sistemas . FORMAÇÃO: Graduação em Análise de Sistemas (UNITINS),Filosofia e Sociologia(FVG),Bacharelado em Teologia (FACETEN),Bacharelado Psicologia Pastoral (ITG),Mestrado em Teologia (ESUTES)



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CURSO DE HOTELARIA E TURISMO

    CURSO DE HOTELARIA E TURISMO

  • CONCEITOS BÁSICOS

    CONCEITOS BÁSICOS

    Hotelaria é um CURSO das ciências humanas que abrange o âmbito das práticas e teorias acerca dos conhecimentos que tangem a administração de hotéis e eventos além de novos gêneros de hospedarias. Estando intimamente ligado com a faculdade de turismologia.

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    O marco inicial da hotelaria para alguns especialistas, teve início na Grécia Antiga, que nos jogos Olímpicos traziam muitas pessoas de outras localidades, e duravam de 2 a 3 dias - o que foi de grande importância para o desenvolvimento do turismo mundial. O evento era tão importante que se paravam guerras para participação.

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    Para que haja hospedagem, precisa-se de deslocamento. Com base neste conceito, muitos autores, identifcam os deslocamento dos Povos Romanos como marco para o deslocamento de hospedagem.No século IV a.C. Roma governava a Itália Central, o que trouxe a necessidade de construir caminhos para que os homens transitassem, e para tanto o censor romano Ápio Cláudio construiu nesse século a Via Appia, que se constituiu no primeiro caminho romano.

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    Posteriormente, a rede de caminhos estendeu-se até o sul da Itália, de onde advem a frase "Todos os caminhos conduzem a Roma".
    Esses deslocamentos humanos de seu ambiente de vida a outras terras implicavam na necessidade de alojar-se em algum lugar, e os Romanos geralmente se alojavam em casas particulares, em templos pagãos das cidades ou em acampamentos fora desta.

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    As redes foram com o tempo se alastrando por toda a penínnsula Itálica, ao final do século I a.C. já existiam 19 estradas que interligavam toda a península.
    As estradas romanas foram o princípio da hospedagem com fins lucrativos ou de benefícios. Diferentemente das hospedagens das Olimpíadas, as pousadas romanas faziam parte do sistema económico das cidades, gerando um comércio entre os viajantes e os moradores e até mesmo a troca de mercadorias entre cidades. Essa transformaçãoo ocorreu, principalmente, após o grande boom de meios de hospedagem nessas estradas. Como MASO (1974, p. 112) descreve:

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    Conforme GONÇALVES; CAMPOS (1999), a organização era tanta nas estradas romanas que para se transitar por essa as pessoas deveriam possuir um documento, muito parecido com o passaporte, como já citado também por MASO (1974, p. 112):

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    Como naquela época os meios de transportes não percorriam mais do que 60 quilômetros diários, as viagens quase sempre duravam alguns dias. Disso resultou a criação das hospedarias que, em Roma, obedeciam a regras muito rígidas; por exemplo, um hoteleiro não poderia receber um hóspede que não tivesse uma carta assinada por uma autoridade, estivesse ele viajando a negócios ou a serviço do imperador. A famosa Via Appia, por exemplo, era um local repleto de pequenas pousadas, ao tempo doImpério Romano e naqueles estabelecimentos ocorria toda a sorte de orgias, crimes e desordens.

  • A Importância da hotelaria para o segmento “turismo”

    A Importância da hotelaria para o segmento “turismo”

    Como é visto o segmento hoteleiro:
    Passado : Glamour
    Presente : Releitura de conceitos
    Futuro : Misto do glamour com modernidade x praticidade x preço
    A responsabilidade de responder erroneamente por um segmento
    Em paises onde o turismo não é tratado com a devida importância, a sociedade vincula a hotelaria como sendo o “segmento”.
    Uma pergunta clássica “que hotel você ficou ?”.

  • A Importância da hotelaria para o segmento “turismo”

    A Importância da hotelaria para o segmento “turismo”

    A visão em países onde o segmento é mais desenvolvido.
    Papel da hotelaria
    Receber
    Oferecer conforto e praticidade
    Prestar serviços: Hospedagem, Lazer, Eventos , etc..
    Prestar informações
    Parceria com o trading receptivo e de lazer

  • A Importância do Segmento do TURISMO

    A Importância do Segmento do TURISMO

    A indústria do turismo nos países desenvolvidos representa um dos mais importantes segmentos da economia, gerando bilhões de dólares em negócios.

    Somando todos os países, a indústria do turismo representa 12 % do PIB mundial, que equivale à mais de US$ 555 bilhões. * É superior à Ind. Automobilística, de Combustíveis ou Ind. Química.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • CURSO DE HOTELARIA E TURISMO
  • CONCEITOS BÁSICOS
  • HISTÓRIA
  • A Importância da hotelaria para o segmento “turismo”
  • A Importância do Segmento do TURISMO
  • A Globalização da hotelaria
  • Gestão hoteleira
  • O Hotel Pharoux Paris -1792
  • Processo de seleção de uma cadeia
  • Ferramentas para uma Gestão Hoteleira
  • 1 - Sistema Uniforme de Contabilidade para Hotéis
  • 2 - Plano Anual de Marketing
  • 3 - Orçamento Operacional
  • Ferramentas para a Administração de Hotéis
  • O que é Gestão Ambiental para Hotéis?
  • Benefícios para os Hotéis
  • Gestão de Empreendimentos Turísticos
  • Perspectivas do Meio Ambiente – alguns termos...
  • Desenvolvimento Sustentável
  • Princípios: tópicos
  • Princípios: conceitos
  • Ambiente Físico para o Turismo
  • Tópicos...
  • ...
  • Impactos do Turismo
  • Uma disputa...
  • Positivos X Negativos
  • Gerenciamento de Impactos
  • Visão geral das principais estratégias de gerenciamento dos impactos
  • Turismo alternativo
  • Estudos de Caso
  • Diversidade Cultural
  • Diversidade Cultural no contexto da Ética
  • O que é Ética?
  • ÉTICA x MORAL (pequeno resumo)
  • Diversidade Cultural no Turismo
  • Observemos a ilustração:
  • Isto é um choque cultural...
  • Choque cultural?
  • Atividade
  • O que pode ser deduzido?
  • O que podemos concluir:
  • Bibliografia da aula
  • Gestão de Unidades Turísticas
  • Planeamento Estratégico das Empresas Turísticas
  • Visão & Missão
  • Objectivos
  • Análise à Empresa Turística
  • Análise Swot
  • Análise 5P’s - Modelo das 5 Forças de Porter
  • Estratégias competitivas - Fundamentação
  • Direcção Estratégica
  • Modelos de implementação da estratégia Desenvolvimento da estrutura interna
  • Modelos de implementação da estratégia Fusões e Aquisições
  • Modelos de implementação da estratégia
  • Modelos de implementação da estratégia Alianças
  • Modelos de implementação da estratégia Joint Ventures
  • Modelos de implementação da estratégia Parcerias Público-Privadas
  • Modelos de implementação da estratégia Franchising
  • Modelos de implementação da estratégia Management Contracts
  • Modelos de implementação da estratégia Consórcios
  • Gestão de Serviços
  • CONCEITOS
  • QUEM COMPRA SERVIÇO COMPRA O QUE?
  • Setor de Serviços
  • A Indústria e o Setor de Serviços
  • Conceito
  • Qualidade do Serviço
  • Serviços x Produto
  • Características
  • Simultaneidade
  • Grau de Contato
  • Intensidade do Contato
  • Contínuo dos Serviços
  • Volume de Atendimento
  • Percepção do Serviço
  • Sem Estoques
  • Ciclo de Serviços
  • Cadeia de Lucro
  • Serviços e Pessoas
  • “100 Melhores Empresas para Trabalhar”
  • Serviços e Pessoas
  • Treinamento, Recompensa e Motivação
  • Serviços e Pessoas
  • TIPOS DE POKA-YOKE EM SERVIÇOS