Curso Online de Alguns Problemas Notacionais da Língua

Curso Online de Alguns Problemas Notacionais da Língua

Rever alguns recursos da língua portuguesa que geralmente nos traz dúvidas na hora da escrita.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Rever alguns recursos da língua portuguesa que geralmente nos traz dúvidas na hora da escrita.

Análise de alguns problemas notacionais da língua portuguesa, palavras que usamos no cotidiano mas temos sempre aquela dúvida.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ALGUNS PROBLEMAS NOTACIONAIS DA LÍNGUA

    ALGUNS PROBLEMAS NOTACIONAIS DA LÍNGUA

    Professora: Adailza Silva

  • POR QUE, POR QUÊ, PORQUE OU PORQUÊ?

    POR QUE, POR QUÊ, PORQUE OU PORQUÊ?

    Usa-se por que:
    a. Nas interrogativas diretas e indiretas
    Por que você demorou tanto?
    Quero saber por que meu dinheiro está valendo menos
    b. Sempre que estiverem expressando ou subtendidas as palavras motivo, razão:
    Não sei por que ele se ofendeu.
    Eis por que não lhe escrevi a antes

  • c. Quando a expressão puder ser substituída por para que ou pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais
    A estrada por que passei está em péssimoestado de conservação

    Usa-se por quê:
    Quando a expressão aparecer em final de fraseou sozinha
    Ria, ria sem saber por quê.Brigou de novo? Por quê?

  • Usa-se porque:
    Quando a expressão equivaler a pois, uma vez que, para que
    Não responda, porque ele está com a razão.Eles resolveram ficar porque já estava muito tarde.

    Usa-se porquê:
    Funciona como substantivo, pode ser substituído pela palavra motivo, razão. Aparece geralmente depois de artigo ou pronome.
    O diretor negou-se a explicar o porquê de sua decisão.

  • HÁ OU A?

    HÁ OU A?

    Emprega-se há:
    a. Com referência a tempo passado
    Não o vejo há muitos anos
    b. Quando se trata de forma do verbo haver (sinônimo de existir)
    Há um artigo interessante nesta revista

  • ATENÇÃO

    ATENÇÃO

    O verbo haver, no sentido de existir apresenta a mesma forma no singular e no plural. Nesse caso, é um verbo impessoal, pois não possui sujeito, por isso não varia.
    Ex:
    Havia (existiam) muitos alunos na escola. Haviam muitos alunos na escola.

  • ATENÇÃO

    ATENÇÃO

    Houve (existiram) muitos acidentes durante o carnaval.

    Mas e uma locução com um verbo auxiliar?Nesse caso, ambos ficam invariáveis:
    Certo: Deve haver muitos desabrigados ali Errado: Devem haver muitos desabrigados ali.

  • ATENÇÃO

    ATENÇÃO

    Porém, lembre-se:

    Quando o haver significar ter, e não existir, ele admite singular e plural.
    Ex: Ainda não haviam (tinham) sido feitos todos os trabalhos. Se houvessem (tivessem) comprado a casa, teriam se arrependido.

  • VERBO FAZER:

    VERBO FAZER:

    Quando designa tempo ou fenômenos da natureza, o verbo fazer também é invariável.Não tem sujeito, e é igual no singular e no plural.
    Faz cinco dias que voltamos de viagem.
    Faz dias muito bonitos na primavera.

  • ATENÇÃO

    ATENÇÃO

    Nas locuções com verbo auxiliar, a regra é a mesma do haver: ambos não mudam.
    Deve fazer muitas semanas de frio neste ano.

  • Emprega-se a:
    a. Com referência a tempo futuro
    A dois minutos da peça, o ator ainda retocava maquiagem
    b. Com referência a distância
    Morava a cinco quadras daqui


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ALGUNS PROBLEMAS NOTACIONAIS DA LÍNGUA
  • POR QUE, POR QUÊ, PORQUE OU PORQUÊ?
  • HÁ OU A?
  • ATENÇÃO
  • VERBO FAZER:
  • ATENÇÃO
  • Mais e mas
  • ATENÇÃO
  • A FIM DE OU AFIM?
  • ATENÇÃO
  • EM VEZ DE OU AO INVÉS DE?
  • MEIO OU MEIA
  • ATRÁS, TRÁS OU TRAZ?
  • SESSÃO, CESSÃO OU SEÇÃO?
  • A cerca de, acerca de ou há cerca de?
  • À toa ou à-toa?