Curso Online de Acidentes vasculares cerebrais e o estado de coma

Curso Online de Acidentes vasculares cerebrais e o estado de coma

Estudaremos a seguir os principais acidentes vasculares cerebrais e suas implicações no organismo, bem como o estado de coma.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 40,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Estudaremos a seguir os principais acidentes vasculares cerebrais e suas implicações no organismo, bem como o estado de coma.

Sou Enfermeira docente, graduada pela faculdade de Enfermagem de Arcoverde, pós-graduada em Enfermagem do trabalho e em Educação para Enfermagem.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • urgência e emergência

    mayra vieira
    bacharel em enfermagem;
    especializanda em enfermagem do trabalho e educação para enfermagem.

  • coma

    o estado de coma está interligado ao nível de consciência do ser humano e suas alterações, que podem variar desde uma confusão mental por um período indeterminado de tempo até o coma profundo.

    as escalas do nível de consciência são avaliadas pela escala de coma de glasgow.

  • é importante que o socorrista conheça as subcategorias das alterações do nível de consciência:

    *confusão mental: incapacidade que a vítima tem de manter uma linha de raciocínio ou pensamento com coerência. perda de noção de tempo e espaço.

  • * sonolência: dificuldade que a vítima apresenta em se manter alerta.

    * estopor: dificuldade de despertar, não responde adequadamente a estímulos verbais e dolorosos.

  • *coma superficial: as respostas motoras estão desorganizadas e não apresenta resposta ao estímulo de despertar.

    *coma profundo: ausência de resposta a qualquer estímulo.

  • causas de alteração no nível de consciência

    primárias: ocorrem em nível cerebral e podem ser por trauma, por avc, por infecções como meningites e encefalites, por neoplasias e convulsões.

  • secundárias: ocorrem por algum distúrbio metabólico – hipoglicemia; por encefalopatias tóxicas, como dpoc; por intoxicações por drogas, álcool e outros; por causas físicas e ambientais, como a insolação ou hipotermia, e até mesmo por estados carenciais de determinadas vitaminas.

  • o que fazer fora do ambiente hospitalar?

    deixar a vítima deitada e manter sua temperatura corporal.

    procurar socorro médico o mais rápido possível.

  • o aph

    colher as informações de quem socorreu primeiramente a vítima e fazer uma rápida avaliação do caso. quando não se trata de trauma, a dificuldade do socorrista é maior em identificar a causa.

    verificar ssvv

  • observar o hálito da vítima – álcool, drogas.
    se houve trauma, verificar as causas, e os aspectos do trauma que pode ter sofrido a vítima para entrar em coma.
    fazer um rápido exame físico, observando sinais do trauma, pulso, pupila,nível de respiração e outros aspectos importantes para que a conduta tomada seja eficiente.

  • o socorrista deve estar preparado para atender a vítima inconsciente, pois tudo se torna mais difícil.
    manter as vias aéreas livres.
    na ambulância, manter os parâmetros anteriores, monitorar o pulso e a pressão arterial.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 40,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: