Curso Online de ARQUITETURA NO SEC.XX

Curso Online de ARQUITETURA NO SEC.XX

Este curso apresenta-nos a história da Arquitetura e escultura no século XX.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso apresenta-nos a história da Arquitetura e escultura no século XX.

EUROPA LEARNING é um programa especializado em ensino à distância. Apresentamos cursos em todas as areas, criados a pensar em voce. Investimos não só na qualidade de nosso material didático, como também em novos meios para difundir conceitos e técnicas de forma eficiente para todos alunos. Por isso hoje este projeto orgulhosamente traz ao Brasil cursos de primeira linha criando novas tendências de mercado quando o assunto é e-learning



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • A Arquitetura Moderna, Século XIX

    A Arquitetura Moderna, Século XIX

    Segunda metade do século XIX;
    utilização de novos materiais, como o ferro, o vidro, o cimento e o alumínio, que permitiram o nascimento de novas formas arquitetônicas;
    o final do século XIX, rompeu com as formas tradicionais das construções.

  • Crystal Palace, Joseph Paxton (1851)

    Crystal Palace, Joseph Paxton (1851)

  • Torre Eiffel, A.G.Eiffel (1889)

    Torre Eiffel, A.G.Eiffel (1889)

  • Integração entre as chamadas artes aplicadas e a arquitetura;
    tendência decorativa;
    compreenderam que com o ferro e o vidro era possível criar formas novas.

  • Empregou amplamente o ferro em linhas sinuosas;
    clara intenção decorativa nas grades dos corrimãos da escada e no piso.

  • Casa do Povo, Victor Horta Bruxelas

    Casa do Povo, Victor Horta Bruxelas

    Usou grandes vitrais e ferro aparente na cobertura interna do edifício.

  • Entrada do Metrô Parisiense, Hector Guimard

    Entrada do Metrô Parisiense, Hector Guimard

    Emprego do ferro e vidro;
    excessivo floralismo na decoração;
    foi um dos mais importantes arquitetos franceses ligados ao Art-Nouveau.

  • Final do século XIX e início do século XX;
    ganhou caráter decorativo e fantasioso sem limites;
    o inusitado das formas e da decoração;
    a casa parece ter sido construída de pedra pomes;
    predominância de linhas sinuosas.

  • Escadaria Casa Milá, Antônio Gaudí, Barcelona

    Escadaria Casa Milá, Antônio Gaudí, Barcelona

  • Formas e decoração surpreendentes;
    inacabada.

  • Pai da moderna arquitetura americana;
    ornamentação muito próxima do Art-Nouveau europeu;
    propôs o princípio fundamental da arquitetura: “a forma segue a função”, perfeita adequação do espaço à função a que se destina;
    projetou prédios de escritórios e conjuntos comerciais em grandes cidades americanas.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • A Arquitetura Moderna, Século XIX
  • Crystal Palace, Joseph Paxton (1851)
  • Torre Eiffel, A.G.Eiffel (1889)
  • Casa do Povo, Victor Horta Bruxelas
  • Entrada do Metrô Parisiense, Hector Guimard
  • Escadaria Casa Milá, Antônio Gaudí, Barcelona
  • PSF, William Lescaze e George Hove Filadélfia, 1932
  • Bauhaus
  • Hotéis em Dubai
  • EDIFICIO COPAN considerada a maior estrutura de concreto armado do Brasil
  • Igreja Nossa Senhora de Fátima ou A Igrejinha da 307/308 Sul (28/05/1958).
  • Francisco Galeno
  • Arquitetura Piramidal
  • Henri Matisse
  • Tendências da Escultura Moderna
  • Construtivismo Cinético
  • Abstracionismo Orgânico
  • “Princesse X Brancusi Museu Nacional de Arte Moderna Paris
  • “Forma Interna e Externa” (1950) Henri Moore