Curso Online de Segurança e Saúde no Trabalho para Auditores
5 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de Segurança e Saúde no Trabalho para Auditores

Curso de capacitação de auditores e demais interessados no que tange a segurança e saúde no trabalho. O curso aborda e apresenta ao Audit...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 16 horas

De: R$ 90,00 Por: R$ 59,90
(Pagamento único)

Mais de 80 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso de capacitação de auditores e demais interessados no que tange a segurança e saúde no trabalho. O curso aborda e apresenta ao Auditor, requisitos técnicos relevantes para verificação da conformidade na gestão de saúde e segurança no trabalho, baseados nas principais Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e outros requisitos legais.
Não se pretende esgotar o assunto, mas apresentar os pontos mais relevantes e que comumente estão não conformes nas empresas.
Para auditoria interna e externa. Para todos os sistemas de gestão.

Experiência de 16 anos como Técnico de Segurança do Trabalho em indústria do ramo metalúrgico, gráfico, têxtil e de prestação de serviços, além de pequenas atuações em muitos outros segmentos industriais. Atuei em empresas de grau de risco 3, com mais de 500 funcionários, e grau de risco 2, com mais de 800 funcionários. Responsável pelas atividades do departamento de segurança do trabalho na matriz e filiais das empresas onde atuei. Lecionei por quatro anos em escola de cursos técnicos (segurança do trabalho e meio ambiente). Conhecimentos gerais e específicos de todas as normas regulamentadoras; Auditoria; sistemas de gestão da qualidade, segurança e meio ambiente; treinamentos. Experiência na formação da CIPA,Brigada de Emergência, Licenciamento Ambiental, E-Social, AVCB, cursos, etc. Formação Acadêmica: Pós Graduado em Ergonomia; Bacharel em Teologia; Pós graduado em Gestão Ambiental; Bombeiro Profissional Civil; Tecnólogo em Gestão Ambiental e Segurança do Trabalho; Técnico de Segurança do Trabalho.


- Cristiano Emanoel De Almeida Cunha

- Igor Noronha Lima

- Donizete De Fatima Lourenço Da Costa

- Fernando Jorge Dos Santos Pedrosa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA AUDITORES

    COM BASE NAS PRINCIPAIS NORMAS REGULAMENTADORAS

    CURSO DE

    Prof.º Sergio Roberto
    Tec. Seg. Trabalho

    SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA AUDITORES

  • OBJETIVO

    Apresentar ao Auditor, requisitos técnicos relevantes para verificação da conformidade na gestão de saúde e segurança no trabalho, baseados nas principais Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e outros requisitos legais.
    Não se pretende esgotar o assunto, mas apresentar os pontos mais relevantes e que comumente estão não conformes nas empresas.

    OBJETIVO

  • SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

    SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL

    Segurança no Trabalho ou Segurança Ocupacional refere-se ao conjunto de medidas a serem adotadas com o objetivo de promover a proteção do trabalhador no seu local de trabalho. Visa à redução de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais, através da identificação, avaliação e controle dos riscos, proporcionando um ambiente de trabalho mais seguro e saudável para os colaboradores.

  • RESUMO HISTÓRICO

    RESUMO HISTÓRICO

    1943 - No governo Getúlio Vargas foi criada a C.L.T. Consolidação das Leis do Trabalho, através do decreto-lei 5452 em primeiro de Maio, reunindo em um só Diploma Legal todas as Leis Trabalhistas até então existentes.

    1944 - Através do decreto-lei 7036 de 10 de novembro, é instituída a obrigatoriedade da criação da CIPA em todas as empresas que admitem trabalhadores como empregados.

    1975 - Primeira formação de profissionais na Área de Segurança e Medicina do Trabalho.

    1978 - Portaria 3214 de 8 de Junho institui as Normas Regulamentadoras do trabalho urbano, e dessa forma regulamentam os artigos 154 a 201 da CLT ( Especificamente Artigos 163 à 165 embasamento a NR-05 CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

    1994 - Em Dezembro, ocorreram alterações legais importantes nas normas: NR 7 – PCMSO (Programa de Controle Médico do Serviço Ocupacional) e na NR 9 – PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) onde se institui também o Mapa de Riscos.

    1999 - Portaria de Nº. 8 de 23 de fevereiro modifica e atualiza NR - 5. NR-5 - Portaria 3.214/78, alterada pelas Portarias 33/83, 25/94 e 08/99.

  • PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTE

    PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTE

    ATO INSEGURO:

    São atitudes, atos, ações ou comportamentos do trabalhador contrários às normas de segurança.

    Exemplos:

    Não usar o EPI.

    Deixar materiais espalhados pelo corredor.

    Operar máquinas e equipamentos sem habilitação.

    Distrair-se ou realizar brincadeiras durante o trabalho.

    Utilizar ferramentas inadequadas.

    Manusear, misturar ou utilizar produtos químicos sem
    conhecimento.

    Trabalhar sob efeito de álcool e/ou drogas.

    Usar ar comprimido para realizar limpeza em uniforme ou no
    próprio corpo.

    Carregar peso superior ao recomendado ou de modo a dificultar
    visão.

    Desligar dispositivos de proteção coletiva de máquinas e/ou
    equipamentos.

  • PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTE

    PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTE

    CONDIÇÕES INSEGURAS:

    São deficiências, defeitos ou irregularidades técnicas nas instalações físicas, máquinas e equipamentos que presentes no ambiente podem causar acidentes de trabalho.

    Exemplos:

    Falta de corrimão em escadas.

    Falta de guarda-corpo em patamares.

    Arranjos inadequados.

    Piso irregular.

    Escadas inadequadas.

    Equipamentos mal posicionados.

    Falta de sinalização.

    Falta de proteção em partes móveis.

    Ferramentas defeituosas.

    Falta de treinamento.

  • RISCOS AMBIENTAIS

    RISCOS AMBIENTAIS

    CLASSIFICAÇÃO

    Riscos Ambientais - São agentes presentes nos ambientes de trabalho, capazes de afetar o trabalhador a curto, médio e longo prazo, provocando acidentes com lesões imediatas e/ou doenças chamadas profissionais ou do trabalho, que se equiparam a acidentes do trabalho.

    Durante a auditoria o auditor deve ser capaz de observa r e identificar os riscos existentes nos setores e processos de trabalho. Para isso é necessário que se conheça os riscos que podem existir nesses setores, solicitando medidas para que os mesmos possam ser eliminados e/ou neutralizados.

  • RISCOS AMBIENTAIS

    RISCOS AMBIENTAIS

    CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS

  • RISCOS AMBIENTAIS

    RISCOS AMBIENTAIS

  • RISCOS AMBIENTAIS

    RISCOS AMBIENTAIS

  • RISCOS AMBIENTAIS

    RISCOS AMBIENTAIS


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 59,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO PARA AUDITORES
  • OBJETIVO
  • SAÚDE E SEGURANÇA OCUPACIONAL
  • RESUMO HISTÓRICO
  • PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTE
  • RISCOS AMBIENTAIS
  • CONCEITO DE NÃO CONFORMIDADES
  • AÇÃO CORRETIVA
  • NORMAS REGULAMENTADORAS
  • NR 1 - DISPOSIÇÕES GERAIS
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 4 - SESMT
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 5 - CIPA
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 6 - EPI
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 7 - PCMSO
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 8 - EDIFICAÇÕES
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 9 - PPRA
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 10 - SEGURANÇA EM ELETRICIDADE
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 11 - ARMAZENAMENTO, EMPILHADEIRA, ELEVADORES
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 12 - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 13 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 15 - INSALUBRIDADE
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 16 - PERICULOSIDADE
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 17 - ERGONOMIA
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 20 - INFLAMÁVEIS E COMBUSTÍVEIS
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 21 - TRABALHO A CÉU ABERTO
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS (IT 17)
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 24 - CONDIÇÕES SANITÁRIAS
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 25 - RESÍDUOS INDUSTRIAIS
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 26 - SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 33 - ESPAÇO CONFINADO
  • O QUE VERIFICAR?
  • NR 35 - TRABALHO EM ALTURA
  • O QUE VERIFICAR?
  • CUIDADOS COM EXAGER