Curso Online de Importância da família na escola Desenvolvimento e aprendizagem das crianças...

Curso Online de Importância da família na escola Desenvolvimento e aprendizagem das crianças...

A família tem sido e é a influência mais poderosa no desenvolvimento da personalidade e na formação da consciência na criança. Assim, pod...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A família tem sido e é a influência mais poderosa no desenvolvimento da personalidade e na formação da consciência na criança. Assim, podemos dizer que elas precisam sentir que fazem parte de uma família, pois ela é a base de qualquer pessoa na infância e, é nela que a criança encontra um espaço natural para o seu desenvolvimento moral e afetivo.

Bibliotecária



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Importância da família na escola

    Importância da família na escola

    Desenvolvimento e aprendizagem das crianças...

  • A família tem sido e é a influência mais poderosa no desenvolvimento da personalidade e na formação da consciência na criança. Assim, podemos dizer que elas precisam sentir que fazem parte de uma família, pois ela é a base de qualquer pessoa na infância e, é nela que a criança encontra um espaço natural para o seu desenvolvimento moral e afetivo.
    O papel da família modificou-se ao longo do tempo. Atualmente as famílias são organizadas de diversas maneiras e o compromisso de educar em um ambiente onde o diálogo e o amor prevaleçam está sendo cada vez mais afetado.

    As famílias educadoras, que levam a sério sua missão na arte de educar, precisam lembrar que a criança é um ser humano, com  necessidades físicas, psíquicas e sociais a serem supridas; é dependente e precisa ser tratado sem humilhações e castigos, ser orientada com critérios de verdade e justiça; precisa de afeto, de elogios, incentivos e sorrisos para a construção de seu caráter.

  • Algumas famílias estão desgastadas em seus laços afetivos e o lar passou de um centro gerador de vida e diálogo para uma agitação e desencontros, quando não apenas um ambiente em que as pessoas se fazem presentes somente enquanto dormem. Os espaços dedicados ao convívio comum nas casas foram reduzidos e os quartos foram ampliados e mobiliados segundo as características de cada família e de seus membros. Há falta de espaço comum para o encontro das famílias. Dentro do próprio lar os espaços foram se individualizando. Os quartos passaram a ser pequenas residências, dentro da grande residência, com televisão,

    computador e outros objetos, além da cama e do guarda-roupa, onde é passada a maior parte do tempo e com isso perde-se muito no convívio familiar. A sala de refeições, de estar e a cozinha; espaços que seriam para a troca de experiências  e para a manifestação de sentimentos e de partilha, ficam vazias.

  • Os valores da família precisam vir de encontro com os da escola para que as crianças percebam e aprendam com as atitudes e modelos convergentes entre as duas instituições e isso muitas vezes não é possível, porque a cultura da intolerância e parcialidade foi instalada entre essa relação.
    Alguns desafios precisam ser enfrentados para que a educação aconteça de maneira efetiva. Escola e família precisam andar juntas para ajudarem na construção do caráter das crianças e para que isso aconteça é necessário que ambas estejam informadas sobre o ensino-aprendizagem adquirido pelas crianças, que a família colabore com os educadores para tornar mais coerente e eficaz a atuação escolar, que se mostre interessada pelas atividades realizadas pelos filhos na escola, que valorizem a instituição de ensino escolhida, os conhecimentos e habilidades que propicia, para criar nas crianças hábitos de respeito e uma expectativa positiva ao conhecimento adquirido e socializado, que expressem em palavras e atitudes a confiança que têm em relação a escola e em seus profissionais, que procurem saber o que a criança realizou e como foi o seu dia, que zelem por uma relação de carinho e respeito com os educadores, pois a opinião da família influi sobre os filhos; que observem os materiais escolares e auxiliem as crianças nas tarefas de casa, que procurem resolver problemas entre família e escola e, por fim reforcem sempre a autoestima e autoconfiança dos filhos.

  • A família precisa ajudar a criança a descobrir-se como pessoa, desenvolver suas potencialidades para que, no futuro, possa aplicar, de modo que ela se perceba como um agente transformador, que transforma e é transformado por esse meio. A família é  lugar de viver a experiência de conviver com as diferenças de idade, temperamento, relações interpessoais marcadas pela colaboração, tolerância, serviço, aceitação, solidariedade, limites e potencialidades. Esse processo só poderá ocorrer por meio da família primeiramente e da escola como responsável por dar continuidade a esse trabalho.
    É no aconchego da família e da escola que a criança vai construindo sua consciência/caráter, se socializando, se educando para enfrentar a realidade e as dificuldades na sociedade, tornando-se uma pessoa consciente e crítica. Tanto família, quanto escola  influenciam nas atitudes das crianças. Elas buscam respeito como gente que pensa, age, ama e sofre. A educação torna-se a ligação da família e da escola, com a esperança de um presente e futuro menos doloroso, modificando a cultura e os costumes da sociedade com maior percepção de seus direitos, deveres e a liberdade como cidadãs.

  • Como os pais podem participar da vida escolar de seus filhos

  • 1 – Vá às reuniões de Pais: O momento de reuniões na escola é a oportunidade que pais e professores têm para, juntos, ajustarem possibilidades para o melhor aproveitamento escolar do aluno. Se a escola marcar a reunião num momento em que você estiver impossibilitado de ir, agende com a direção e os professores uma data viável às duas partes.

  • 2 – Participe dos eventos da escola: Ao marcar presença em quaisquer eventos , você conseguirá ter uma noção mais clara de tudo o que acontece no meio escolar e, ainda, poderá definir algumas formas de ajudar.

  • 3 – Proponha melhorias para a escola: Nenhuma visão de mundo é construída sozinha. A soma de diferentes vivências é, certamente, a melhor forma de construir uma escola para todos. Por isso, proponha mudanças, dê sugestões, participe.

  • 4 – Vá à escola para um bate-papo com o Professor: Longe da formalidade de uma reunião, você poderá contribuir muito com o aprendizado e o bem-estar de seu filho ao ir à escola conversar com o professor.

  • 5 – Auxilie nas atividades escolares: Mesmo depois de um exaustivo dia é possível você desfrutar de momentos de qualidade em companhia de seu filho. Não perca a oportunidade de ajudá-lo nas atividades escolares. Todo filho que percebe a intenção e seus pais em ajudá-lo tende a tornar-se mais comprometido com os estudos e os deveres escolares.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Importância da família na escola