Curso Online de RÁDIO OPERADOR - GERAL - TEORIA E PREPARAÇÃO - MÓDULO - 3
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de RÁDIO OPERADOR - GERAL - TEORIA E PREPARAÇÃO - MÓDULO - 3

INTRODUZIR, ORIENTAR, CAPACITAR E PREPARAR OS FUTUROS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES DE RÁDIO OPERAÇÃO MARÍTIMA, AÉRIA E TERRE...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

INTRODUZIR, ORIENTAR, CAPACITAR E PREPARAR OS FUTUROS PROFISSIONAIS DA ÁREA DE TELECOMUNICAÇÕES DE RÁDIO OPERAÇÃO MARÍTIMA, AÉRIA E TERRESTRE, NACIONAL e INTERNACIONAL. ORGANIZANDO, FORTALECENDO E UNIFICANDO UMA CATEGORIA PROFISSIONAL DE ALTÍSSIMA QUALIDADE TÉCNICA E OPERACIONAL, COM LIVRE ACESSO DEMOCRÁTICO POR UM CUSTO ACESSÍVEL PARA OS ALUNOS ASPIRANTES A ESTE CAMPO DE TRABALHO. ATENDENDO A UMA DEMANDA CRESCENTE E CADA VEZ MAIS EXIGENTE DESSES SETORES DE TRABALHO.

Carlos Demétrius Rolim Figueiredo - AUTOR E CRIADOR DOS CURSOS OFFSHORE. Técnico em segurança do Trabalho, Bombeiro Civil / Brigadista de Incêndios, Resgatista e Socorrista em Trabalhos em alturas e Espaços confinados no COMPERJ - PETROBRAS - RJ Ex-Sub-oficial-Instrutor de BUSHCRAFT e Técnicas de Sobrevivência Humana do CFPMA-Comando de Formação Pré-Militar de Patrulheiros Ambientais do Rio de Janeiro - RJ, Lider e diretor do movimento Sobrevivencialista e Preparador de catastrofes e contigências: Quimicas, Biologicas, Atômicas , Naturais e Ameças Urbanas e Guerras. Técnico em Meio Ambiente e Qualificado em Segurança do Trabalho, Técnico em Administração de Empresas, Ex-Gerente de Negócios e Consultor do GRUPO BERIT - Treinamento & Consultoria Marítima ltda. RJ, Rádio Operador-Telefonista de Sistemas de Rastreamento via satélite de frotas de veículos na Brasil Track - RJ, atuou como Operador Executivo do Projeto da Academia do 1º Emprego no Grupo ABECE - Academia Brasileira de Ensino Cultura e Empregabilidade, projeto este de criação e implantação de uma escola de ensino profissionalizante com 8 cursos de formação profissional da HOLDING DE FACULDADES, ESCOLAS E CURSOS - ABECE - RJ. Em Brasília-DF, atuou também como Coordenador Pedagógico e Gerente de Recursos Humanos de Encaminhamento ao Mercado de Trabalho e Instrutor de Técnicas Administrativas da REDE MICROLINS e Instrutor da Unidade CECAPI - Planaltina - DF, ambas de ensino profissionalizante no Distrito Federal. Engenheiro, Especialista em Segurança Física e Patrimonial e Automação Predial formado pela CUFD-INTELSEI - SP em 2004. Responsável pela formação de mais de 2.000 alunos desde 2001. A maioria já está trabalhando e fazendo a diferença em seus locais de trabalho. Como Gerente de Recursos Humanos no seu último empenho encaminhou mais de 2.000 pessoas nos últimos 6 meses naquela instituição. Ex-Sócio-Gerente de Recursos Humanos da APEE - Agência de Preparação & Encaminhamento ao Emprego LTDA - DF. Professor em mais de 15 matérias profissionalizantes, Palestrante em 9 matérias de beneficiamento profissional e consultor de Recolocação de Profissionais Plenos e Iniciantes no mercado de trabalho ( Head Hunter ), Analista de Carreira Profissional para candidatos ao Mercado de Trabalho, Orientador Profissional ao Trabalho e Instrutor de suas relações. Coach - Treiner - formado pelo ICC-EUA em Brasília-DF em 2003. Criador e Mentor dos CURSOS EM CD OFFSHORE em sistema EAD - Educação Agenciada a Distância, onde hoje já supre uma demanda de mais de 1.500 alunos já atendidos em todo o Brasil e inclusive brasileiros com residência nos EUA, Portugal, Itália, Canadá, Irlanda, México, Panamá e outros países do globo. Tecnólogo em Engenharia de Segurança Patrimonial e Pessoal, Especialista em Segurança eletrônica integrada local e remota para prédios, instalações industriais, embaixadas, oligarquias governamentais, VIPs e Dignatários.


"regular,"

- Givaldo De Mendonça Daniel

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • curso de rádio operador – teoria e prepração - módulo 3

    alfabeto fonético de rádio operação e o código (q) ou quebec

    alfabético internacional fonético
     todos os que já tiveram a oportunidade de participar num jamboree no ar, certamente repararam que os radioamadores utilizam uma linguagem própria e que a certa altura começam a falar em yankee, zulus, tangos, hotel e não sei mais o quê, o que deixa geralmente quem assiste muito intrigado.
    será que estão a explicar a um yankee que os zulus estão a ter aulas de tango no hotel? nada disso…, para os menos esclarecidos com tão "estranha linguagem" aqui fica uma breve explicação sobre o assunto.
    embora a língua inglesa seja a mais utilizada nas comunicações de amador, existem palavras que se tornam muito difíceis de compreender, imaginem por exemplo um radioamador inglês a tentar explicar que está a transmitir de wolverhampton ao seu colega português.
    para facilitar a compreensão, foi criado o alfabeto internacional fonético. fazendo corresponder a cada uma das 26 letras uma palavra universalmente conhecida por todos os radioamadores podemos transmitir qualquer mensagem, com a certeza que o nosso correspondente a recebeu corretamente.
    desta forma, soletrando pausadamente letra por letra, podemos explicar a qualquer radioamador do mundo que estamos a transmitir por exemplo desde cantanhede, charlie.. alfa.. november.. tango.. alfa.. november.. hotel.. echo.. delta.. echo). o alfabeto internacional fonético tem uma vasta aplicação no universo das radiocomunicações sendo também utilizado nas comunicações aeronáuticas, marítimas e militares entre outras.

  • para todos os que são verdadeiramente "curiosos", aqui vai um pouco da história do alfabeto internacional fonético. antes da ii guerra mundial não existia um alfabeto fonético comum, exceto para uso militar embora cada serviço tivesse o seu, o que como se pode calcular gerava uma grande confusão.
    em 1941 com a eminência da entrada dos eua no conflito, tornou-se óbvio que era necessário encontrar um alfabeto comum, que viesse a permitir um entendimento concertado no campo de batalha. embora fosse grande a rivalidade entre os diversos serviços, e depois de várias tentativas sem sucesso de conciliar as idéias de todos os intervenientes, foi tomada uma decisão drástica.
    convidados os responsáveis dos vários serviços para uma reunião no mit (instituto de tecnologia do massachusetts), uma vez no local foram reunidos numa enorme sala com grandes quadros, imensos lápis, resmas de papel e um dicionário por pessoa, sendo-lhes comunicado que seriam servidas três refeições diárias e que a porta da sala estaria fechada durante os restantes períodos, bem como não seria permitida a saída de ninguém enquanto não fosse adotado um alfabeto aceite por cada serviço!
    o tempo que isto levou a resolver não temos conhecimento, no entanto esta decisão, levou ao aparecimento do alfabeto fonético jan (joint army/navy), com que os estados unidos da américa entraram na iiª guerra mundial. este alfabeto embora não fosse perfeito, pois existiam de fato algumas dificuldades de compreensão de várias letras por parte de alguns exércitos aliados, foi sem dúvida de grande utilidade para as comunicações militares.

    alfabeto fonético - continuação

  • depois de terminada a guerra, houve tempo suficiente para absorver os ensinamentos adquiridos e fazer um alfabeto melhor. no entanto nenhum teve sucesso até que entrou em campo a icao (organização internacional da aviação comercial), que necessitava de adotar um alfabeto para utilização nas comunicações da emergente indústria aeronáutica e criou o seu próprio alfabeto fonético.

    o alfabeto fonético que hoje conhecemos foi adotado pela itu (organização internacional das telecomunicações), organismo onde são elaborados os regulamentos internacionais das radiocomunicações. embora o alfabeto não seja perfeito, funciona…e constitui uma ferramenta inquestionável nas comunicações por voz, sendo utilizado nos mais variados serviços civis e militares.

    mesmo nas comunicações em fm ( freqüência modelada) em que a qualidade do áudio é geralmente muito boa, a utilização correta do alfabeto fonético permite a detecção de qualquer erro de compreensão na transmissão de uma qualquer mensagem.

    alfabeto fonético - continuação

  • tabela de codigos fonéticos e pronuncia

    a alfa al fah
    b bravo bra vo
    c charlie char li
    d delta del tah
    e echo ek o
    f foxtrot fox trott
    g golf golf
    h hotel ho tell
    i india in di ah
    j juliett djou li ett
    k kilo ki lo
    l lima li mah
    m mike ma ik
    n november no vemm ber
    o oscar oss kar
    p papa pah pah

    q quebec ke bek
    r romeo ro mio
    s sierra si er rah
    t tango tang go
    u uniform you ni form
    v victor vik tor
    w whiskey ouiss ki
    x x-ray ekss rei (no
    brasil xadrez)
    y yankee yang ki
    z zoulou zou lou

  • as abreviações para serem usadas na radio comunicação", que foi incluída no serviço de regulamentação anexo à 3ª convenção internacional de radiotelegrafia. a convenção aconteceu em londres e foi assinada em 5 de julho de 1912, tornando-se efetiva em 1 de julho de 1913.

    os grupos de qoa até qqz são reservados ao serviço marítimo.

    os grupos de qaa até qnz são reservados para o serviço aeronáutico.

  • o código (q) e os seus significados
    ( transcrição de legenda ) :

    qra - como se chama a sua estação ?
    qrb - a que distância aproximada está de minha estação ?
    qrc - quem se encarrega de pagar as contas ou taxas de sua estação ?
    qrd - onde você vai... e de onde vem ?
    qre - qual a hora estimada de chegada ?
    qrf - regresse a... ( lugar )
    qrg - qual é a freqüência utilizada ?
    qrh - minha freqüência varia ?
    qri - qual é a tonalidade de minha emissão ?
    qrj - quantas conferências (ligações) radiotelefônicas tens para despachar ?

    qrk - qual a clareza dos meus sinais ?
    1 - ruim
    2 - pobre
    3 - razoável
    4 - boa
    5 - excelente
    qrl - estou ocupado ?
    qrm - você está sofrendo interferência ?
    qrn - as condições atmosféricas estão perturbando (estática) ?
    1 - não existe
    2 - ligeiramente
    3 – moderadamente
    4 - consideravelmente
    5 - extremamente

  • qro - devo aumentar a potência de transmissão ?
    qrp - devo diminuir a potência de transmissão ?
    qrq - devo transmitir mais depressa ?
    qrr - você está preparado para operação automática ?
    qrs - devo transmitir mais devagar ?
    qrt - devo cessar a transmissão ?
    qru - tem algo para mim ?
    qrv - você está preparado ?
    qrw - devo avisar a... que você o chama na freqüência de...
    qrx - quando me chamará novamente ?

    qsb - a intensidade de meus sinais varia ?
    qsc - seu barco é de carga ?
    qsd - é defeituosa minha manipulação ?
    qse - qual o local estimado da deriva da embarcação o ou dispositivo de salvamento ?
    qsf - você efetuou o salvamento ?
    qsg - devo transmitir... telegramas de uma vez ?
    qsh - você pode retornar usando o equipamento radiogoniométrico ?
    qsi - não há possibilidade de interromper sua transmissão (só resposta).
    qsj - quanto devo pagar. qual a taxa a ser cobrada para...?
    qsk - pode escutar-me entre seus sinais ? caso afirmativo pode interromper-me.

  • qsl - pode acusar recebimento (entendido) ?
    qsm - devo repetir a mensagem anterior ?
    qsn - você me ouviu (indicativo de chamada) em ...khz (ou mhz) ?
    qso - comunicar-se diretamente com ...
    qsp - quer retransmitir gratuitamente a ...?
    qsq - tem médico a bordo ou fulano está a bordo ?
    qsr - tenho que repetir a chamada na freqüência de chamada ?
    qss - que freqüência de trabalho você utiliza ?
    qsu - devo transmitir ou responder nesta freqüência ?
    qsv - devo transmitir uma seqüência "v" nesta freqüência
    qsw - queres transmitir nesta freqüência ? qsx - queres escutar a ... (indicativo de chamada) em khz (ou mhz) ?

    qsy - tenho que passar a transmitir em outra freqüência ?
    qsz - tenho que transmitir cada palavra ou grupo várias vezes ?
    qta - devo anular a mensagem número...?
    qtb - você está de acordo com minha contagem de palavras ?
    qtc - quantas mensagens tens por transmitir ?
    qtd - o que recolheu o barco de salvamento ou a aeronave de salvamento ?
    1 - número de sobreviventes
    2 - restos de naufrágio
    3 - número de cadáveres ou mortos encontrados
    qte - qual é a minha marcação verdadeira (coordenadas geográficas) com relação a você ?
    qtf - quer indicar-me a situação de minha estação com relação as marcações tomadas pelas estações radiogoniométricas que você
    controla ?

  • qtg - quer transmitir 2 traços de 10 segundos cada um seguido de seu indicativo de chamada ?
    qth - qual a sua posição em latitude e longitude (endereço) ?
    qti - qual é o seu rumo verdadeiro com correção do declínio magnético ?
    qtj - qual é a sua velocidade (velocidade do navio ou aeronave, com relação à água ou ar) ?
    qtk - qual é a velocidade de sua embarcação ou aeronave com relação à superfície da terra ?
    qtl - qual é o seu rumo verdadeiro ?
    qtm - qual é o seu rumo magnético ?
    qtn - a que horas saiu de... (lugar) ?
    qto - já saiu da baía ou porto, (ou já decolou) ?
    qtp - vai entrar na baía ou porto (ou pousar) ?
    qtq - pode comunicar-se com minha estação por meio de código internacional de sinais ?

    qtr - qual a hora certa ?
    qts - quer transmitir seu indicativo de chamada durante .... minutos agora ou às .... horas, em khz ou mhz a fim de que sua
    freqüência possa ser medida ?
    qtt - o sinal de identificação que segue se sobrepõe a outra emissão ?
    qtu - qual é o horário de funcionamento de sua estação ?
    qtv - devo escutar você na freqüência de ... khz ou mhz de.. às ... horas ?
    qtw - como se encontram os sobreviventes ?
    qtx - quer manter sua estação aberta para nova comunicação comigo, até que o avise ou até às ... horas ?
    qty - você se dirige ao local de sinistro.
    caso afirmativo, quando espera chegar ?

  • qtz - você continua a busca ?
    qua - tem notícias de ... (indicativo de chamada) ?
    qub - pode dar-me, na ordem que se segue, informações sobre: visibilidade, altura das nuvens, direção e velocidade do vento de superfície em ...(lugar de observação) ?
    quc - qual é o número (ou outra indicação) da minha última mensagem ou de (indicativo de chamada) que recebeu ?
    qud - recebeu o sinal de urgência ransmitido por...(indicativo de chamada da estação móvel) ?
    que - pode fazer uso da telefonia ... (idioma) por meio de um intérprete caso necessário, em qual freqüência ?
    quf - recebeu o sinal de perigo transmitido por ...(indicativo de chamada da estação móvel) ?

    qug - será forçado a pousar, (amerissar -- aterrissar -- atracar) ?
    quh - quer dar-me a pressão barométrica atual ao nível do mar ?
    qui - suas luzes de navegação estão acesas ? quj - quer indicar a proa verdadeira (rumo) que devo seguir para dirigir-me em sua direção (ou na direção de ...) ?
    quk - pode me informar as condições do mar em... (lugar ou coordenadas) ?
    qul - pode me informar as vagas observadas em... ( lugar ou coordenadas ) ?
    qum - posso recomeçar o tráfego normal ?
    qun - solicito às embarcações que se encontram em minhas proximidades imediatas (ou nas proximidades de latitude ... e longitude...), que indiquem sua posição, rumo verdadeiro e velocidade.

  • quo - devo efetuar busca de ...
    1 - aeronave
    2 - navio
    3 - barco salva-vidas, nas proximidades da latitude... longitude... (ou de acordo com qualquer outra indicação) ?
    qup - quer indicar-me sua posição por meio de...
    1 - refletores
    2 - rastro de fumaça
    3 - sinais pirotécnicos.
    quq - devo orientar meu refletor quase verticalmente para uma nuvem, piscando se possível, e, caso ouça ou aviste uma aeronave, dirigir meu facho contra o vento e sobre a água (ou solo) para facilitar
    seu pouso ?

    qur - os sobreviventes...
    1 - receberam salva-vidas ?
    2 - foram recolhidos por embarcação de salvamento ?
    3 - foram encontrados pela unidade de salvamento de terra ?
    qus - avistou os sobreviventes ou os destroços ? em caso afirmativo, em que posição ?
    qut - o local do acidente já foi marcado ?
    quu - quer que dirija o navio ou aeronave para minha posição ?
    quw - você está na zona de exploração indicada como... (símbolo ou local zona –
    latitude e longitude) ?
    quy - existe marcação da posição da embarcação de salvamento ?
     
     guarde todos estes códigos e boa transmissão !


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • 1- O ALFABETO FONÉTICO DE RÁDIO OPERAÇÃO E O CÓDIGO (Q) OU CÓDIGO QUEBEC;
  • 2- TABELA DE CÓDIGOS FONÉTICOS E PRONUNCIA;
  • 3- O CÓDIGO (Q) E OS SEUS SIGNIFICADOS;
  • 4- MENSAGENS DE SOCORRO E AS ABREVIATURAS DOS CÓDIGOS,
  • 5- MAYDAY - ( SINAL DE AFLIÇÃO );
  • 6-PAN-PAN - ( SINAL DE EMERGENCIAS SEM PERIGO );
  • 7- ABREVIAÇÕES RÁDIO FONÉTICAS;
  • 8- RST - REPORTAGEM DO SINA